terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Pode ser diferente

São vidas, histórias, caminhos cruzados 
nem tudo que dura é certo, nem tudo que dura são juras, 
sorrisos são grades, correntes, ludíbrio
ternura triunfa, feridas expostas, injúria,
uma enorme mistura de atos e sentimentos.
Eu disse até logo quando peguei minha mochila e sai.
Caminhei seguindo melodias, que vinham de dentro da alma 
desejos, anseios, escolhas, 
perdura a dor nos olhos, perdura um sorriso 
uma lágrima, um medo. 
Vou dar uma volta, voltar para casa, 
encontrar...
Buscar ideais que não sejam os mesmos
Não há nada mais a ser feito, estou deixando exalar
o que quer que seja que existe dentro de mim.
Derrubei as portas que estavam fechadas 
estou indo,
o caminho esta livre, pode ir, pode vir. 
A essência voltou
amanhã é hoje, hoje ficou para trás,
coração na mochila
não leva dor, um ponto final é um recomeço



Estou de viagem marcada não me siga, já sai de órbita.

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Talvez o titulo não faça sentido.

Talvez a imagem não combine com o texto, nem com o titulo, mas nem por isso vai deixar de sorrir e fingir que tudo se encaixou. Vai?!

Certa vez me disseram  que todos os caminhos são longos, que todas as escolhas são incertas, que todos somos errôneos, mal aventurada seria eu se tivesse sido crente em tudo o que já me disseram.
A verdade é que todos os caminhos são incertos sejam eles aparentemente bons ou ruins, é impossível prever efeito quando a sina é imprevisível, pode ser que hoje o tempo esteja limpo e amanhã, será que continuará? Hoje você consegue andar descalço pois o chão esta frio, mas e amanha quando o sol tiver ardendo a pele? Hoje você está no sétimo céu, será que amanha estará no inferno?
Talvez...
Eu devesse pensar menos,  voltar a andar de skate ou ate mesmo lutar.
Poderia arriscar na loteria e aprender falar um outro idioma, que tal?
Deveria rever conceitos e renová-los, ou não,  ainda acho que deveria cogitar menos ou  ter breves pensamentos, descrer menos, afrontar menos o desconhecido.
Talvez, talvez.
Para quem brincava tanto com a vida desafiando a morte hoje um simples "talvez" faz uma notável diferença a ponto de abater a caixa.
Já tentei mudar os moveis de lugar, calçar um estilo novo de sapato,  mas isso não causou efeito.
Deveria me aplicar mais na escrita, já que eu mesma sempre afirmei que essa era a minha melhor terapia.
 Por que diabos eu parei mesmo de escrever?
Talvez eu devesse  não dar ouvidos para o que minha mãe fala quando diz que eu durmo pouco tempo,afinal se passo mais tempo acordada significa que “vivo” mais, mas talvez eu devesse aproveitar o tempo em claro de outra forma.
Não estou aqui para falar de você, para abrir caminhos, para cogitar uma ação diante de tal situação, tão menos do certo ou do errado, estas linhas sou eu ou parte de mim que precisa  sair para fora da caixa que esta  ficando... Simples assim.
Ontem ouvi que depois de tantos erros que o homem comete a melhor maneira de sentir-se bem é estar ao lado de uma criança, uma vez que qualquer e toda criança é angelical e ingênua. Ou não, que seja.
Talvez devesse passar mais tempo com os meus sobrinhos  já que eles deixarão um dia de ser tão pequenininhos sem que eu perceba.
Talvez eu devesse acordar sem o despertador e acompanhar o ritmo do dia, deitar mais no chão, brincar mais com as nuvens, correr mais descalça, deitar como uma menina no sofá de cabeça para baixo, dançar, cantar, gritar, fazer com que por um minuto todos duvidem da minha sanidade  e morrer de rir da cara deles.
Talvez... tentar e errar sem medo de me arrepender, insistir, persistir, acertar  e ver quão importante é não desistir.
Me concentrar mais, perder menos a cabeça, ser mais paciente, e o principal não esquecer nomes nem confundir pessoas. NÃO ESQUECER NEM CONFUNDIR.
Não esquecer principalmente o aniversario da minha amada irmã, afinal pedir desculpa com um presente em mãos e desejar  parabéns depois de mais de uma semana é absurdamente constrangedor e quase que inaceitável, principalmente quando ela diz “tudo bem e obrigada” com um sorrisinho querendo dizer #$%  quero te matar.
Conquistar.
Talvez eu devesse exercitar mais minha memória do que o corpo.
Mas eu exercito o corpo?! Desculpe-me é que me falta tal lembrança.
Talvez,
Talvez  eu devesse pensar menos ,
e encontrar-me com os meus “Eu’s” que ainda desconheço

Talvez o significado nem consiste em duvida, e sim na certeza do sim ou do não.








quarta-feira, 20 de julho de 2011

Seguir em frente

Não constitui em nunca mais olhar para trás.
Estou aqui para afirmar que hoje sou outra pessoa. HOJE. OUTRA.
O tempo decorreu depressa até aqui e não tive tempo para muita coisa, porém  tive tempo suficiente para besteiras -o que não vem ao caso-.  O que quero transmitir através deste é que o ódio e o rancor não nos leva a nada, nada  mesmo.  
Tudo fica absurdamente pesado e ruim quando levamos essa bagagem conosco. Essas malas consistem nos males e se firmam cada vez que pregamos, não tiramos proveito algum  guardando o que  pode ser posto para fora.   Por que vigiar o  peso em teu peito quando se pode aliviar a dor?
O diálogo  é um bom remédio,  revirar algumas caixas daquelas que estão empilhadas na dispensa também pode ser.
A mágoa nos ocorre de forma grosseira mas não importa o quão dolorida ela seja, você precisa seguir em frente, afinal o mundo não gira em torno de você e ele também não irá parar por  você.
A melhor método de se libertar das dores (essas que se arrastam feito correntes do passado) é fazer as pazes consigo mesmo no tempo atual, entrar em harmonia com quaisquer lembranças, pensamento e/ou sentimentos que possam surgir. De modo que, aos poucos, não serão mais prisioneiros de suas recordações, portanto diga, ouça, esclareça o que te prende ao passado, exploda, flerte, surte mas não se esqueça que você deve seguir.
Eu Natallia, já vi meu mundo desabar inúmeras vezes, tive vontade de bradar, correr, desaparecer, chorava e ria ao mesmo tempo, e doía  como facadas de serra dilacerando o peito, mas adormecia e no dia seguinte lá estava o céu azul, o orvalho nas flores, pessoas passando por mim, umas sorrindo outras não, tudo em seu lugar. E eu? Mas um dia sobrevivi para então viver. Adivinhem por quê?
Porque percebi em um certo dia olhando pro céu, me martirizando e revendo tudo o que passei para chegar ali que todos os que me cercavam não tinham a menor intenção de me fazer mal -por mais que fizessem-, todos estavam se preocupando em entender as necessidades deles e as minhas para então vencer os desafios.

O que ocorreu comigo e ocorre quiçá com você neste momento são os espaços pequenos  que fazem com que os caminhos se coincidem, tive que entender que ninguém pode tirar nada de minhas mãos se essa não for a vontade de DEUS, o que é meu é MEU e virá com o tempo, isso serve para todos.
As pessoas que mais lhe melindraram podem ter feito o que fez buscando o teu melhor, e as falhas que perpetraram podem não ter sido proposital, portanto não se martirize pelo teu coração ele não tem culpa de amar em verdade, nem culpe ninguém por tua dor, não se fragilize com o que é jorrado aos teus ouvidos, muitas vezes os lixos ditos por bocas que te rendem não vêem por mal, é uma necessidade de te auxiliar,  mesmo que seja equívoco de tal jorrar tais  palavras sem pensar, perdoe-o.
Talvez o espaço de tempo, o modo, a ocasião e as circunstâncias levam a pessoa a agir errado, mas o final pode ser diferente a partir de... todos os dias.

Você já parou pra pensar que talvez aquela atitude/pessoa que lhe desagradou e fez mal a você não tenha sido proposital, afinal quem nos fere muitas vezes faz isso sem articulação prévia, o que você precisa para seguir em frente pode ser o perdão.  Pense, será que você realmente já perdoou aquele alguém?
Dizem que só os tolos têm certeza sobre algo, que seja, minha única certeza é que não há nada tão maravilhoso quanto o amor, aquele sentimento em verdade que te leva ao inferno e ao paraíso em segundos, que te faz perdoar antes mesmo de cair em erro, aquele mesmo que apenas se sente como um infinito... O que se sente ninguém pode roubar e se você um dia amou verdadeiramente sinta-se privilegiado pois pessoas morrem sem saber  quão a imensidade e a alegria que  esse sentimento proporciona, por isso não poupe o amor não se prive, o amor também é perdão, perdoe e seguirá adiante.
Saibam que  um sentimento bom em verdade é feito rocha inabalável e eterna, ele pode adormecer mas NUNCA morrerá... Ele sem dúvida é eterno.

Mostre o seu mais lindo sorriso, seja por um dia quem você nunca foi, e alguém melhor todas as manhãs, queira ser mais todos os dias, mostre quão feliz você pode fazer alguém, s
inta a presença de outrem quando quiser, afinal você tem total liberdade, mas não sofra quando olhar para trás e seja breve.
O mundo está em constante mutação, é um vai e vem eterno e somente o amor permanece, entre percas e ganhos eu fico com a paz de espírito, tudo acontece no tempo certo, nem sempre o que é bom para um é para outro, se aprendermos conciliar a nossa vida aos demais, aprenderemos respeitar o tempo de cada um e conviver juntos mesmo separados com cada um em seu caminho, cada coisa em teu lugar e cada qual em seu tempo.

Mais uma vez, siga sempre em frente e quando sentir a necessidade de olhar para trás olhe por um retrovisor e seja breve pois você não sabe o que te espera a frente.
Busque o equilíbrio e encontrará a evolução.


quarta-feira, 8 de junho de 2011

Voltei

 Com as mesmas malas que parti, porém mais leve. 
 Não deixei nada de minha bagagem para trás, do contrario voltei com uma mala a mais que por ensejo me fez calçar rodas, agora estou a puxar com duas mãos, as vezes com 4, 6, 10 mãos. Isso significa que não estou sozinha, mesmo querendo nunca estive. 
 Em diversos  pontos no tempo da minha vida enfoquei-me  nos problemas (digo problemas reais não criação de minha mente) que acabei esquecendo que meus entes, amigos e afins estavam e queriam estar próximos a mim, sou desvairada eu sei. A verdade é que não suporto a ideia de ter que dividir meus problemas com outrem, o que de fato só piora a situação, uma vez que me sobrecarrego e acabo despejando para fora de mim de forma grosseira. Bem, não estou aqui para explicações – ou talvez esteja - só quero agradecer a todos os que estiveram e estão comigo demonstrando afago, nobreza do amor e se doando para que eu derrame minhas lágrimas em teus ombros.
E quem diria que eu chorava, hein!?
Hoje não é difícil me ver chorar, encontrei conforto nas gotas salgadas que derramo, choro por alegria, por tristeza, por problema, por solução, por carinho, por medo, por confiança. Brincadeira, não derramo tanta lagrima assim, mas choro. Disseram-me que chorar diminui o peso da alma, então compreendi que por trás das lagrimas existem sentimentos soberbos. 
Deixo claro também que não abandonei nenhum sentimento, que não conservo mágoa nem rancor, que escumo de raiva mas é momentâneo  e que jamais sob hipótese alguma desejaria o mal para outrem. Não direi que me sinto injustiçada pois todos nós temos o que merecemos, mas agradeço por tudo verdadeiramente com os recantos do meu coração. Agradeço pela universalidade de coisas  que
me é proporcionado, sejam os momentos de euforia que me fazem rir e inteiramente feliz, ou os de aflição que me encantoam e que declaro os mais importantes por me fazerem crescer e ver quão forte sou.
 
Aos que estão nesse momento em dúvida, tristes e confusos, aos que estão priorizando “coisas” erradas em suas vidas, aos que estão sofrendo por opção deixo a mensagem de que "BUSCAR um sorriso mesmo que em coisas singelas MELHORA O DIA", não se trancar em um cômodo obscuro com suas aflições e dividi-las o fará melhor, chorar é um remédio natural  tão quanto sorrir, e não se esqueçam do mais importante: DEUS nunca nos abandona, ele nunca nos levará aonde ele não irá nos proteger, e em qualquer lugar que estejamos terá anjos sem asas a cuidar de nós. 

Agradeço ainda a TODOS que estão sempre comigo, afagos, muitos afagos a todos vocês.


Há males que vem para o bem.

sábado, 21 de maio de 2011

Fala Clarice L.



Eu só escrevo quando eu quero, eu sou uma amadora e faço questão de continuar a ser amadora. Profissional é aquele que tem uma obrigação consigo mesmo de escrever, ou então em relação ao outro. Agora, eu faço questão de não ser profissional, para manter minha liberdade.

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Carta de um suicida.

Querida Melise. 

Peço-lhe perdão, perdão por minha fraqueza meu amor,  e por permitir que me encontrasse aqui desta forma. Fui falha em todos os sentidos  e admito, poderia ter sido a mulher a quem você pudesse confiar teus segredos, desejos e amizade, ao invés de passar dias fora de casa. Poderia ter sido aquele alguém que  te colocasse no colo quando estivesse em pranto e a fizesse dormir, ao invés de não perguntar se quer como você estava após passar a noite inteira em claro,  mesmo sabendo que o perdão não trará nossa vida de volta, não trará nossos moveis, nem nossa casa, nossos bens, nem salvará nosso amor, lhe peço com esse coração que já não bate mais, porém que ainda é repleto de amor, PERDOA-ME. Perdi tudo, perdi a essência da alegria quando a vi sair por aquela porta, em nada via sentido e me entreguei, não consigo mais viver sem você, não faz sentido fechar meus olhos e abrir se não puder encontrá-la a minha frente. A grande vilã agiu de forma inesperada, se infiltrou em mim e dominou todos os meus desejos, ela, somente ela é causadora de todos os males cujo estou sofrendo, perdoe-me meu amor. Fui fraca em não lutar prol a minha vida, vida esta que era você, Melise,  permiti que fosse embora e não fiz nada para que pudesse ficar. Entreguei-me e agora pago o preço. Me entreguei sem pensar nas conseqüências, mas hoje arrependida e invalida não suporto a sua ausência. Hoje estou nessa cama, definhando, morrendo e não agüento mais essa tristeza que me consome. Desculpe-me por todas as noites que passou em claro me esperando entrar pela porta da frente, desculpe-me pelas vezes que em teu colo desmaiei e você foi tão cuidadosa, minha querida, desculpe-me por prometer tantas vezes deixar  a química e volta e outra me encontrar perdida em becos vazios.
Viver não faz sentido sem você, por essa razão terá meu ultimo suspiro em papel.
Em 5 minutos estou crente de que não farei mais parte desse plano, mas não se preocupe eu vou estar bem,  estarei bem por que sei que eu vou te encontrar em outra vida e recompensá-la-ei.
Pagarei o preço que for para te encontrar de novo, e de novo, e de novo, afinal nada pode ser tão ruim quanto não te-la em meus braços. A quem perguntar diga coisas boas, frise que eu nunca fui de má índole e lutei muito por nossas conquistas, diga também a que fim a química me levou,  abra os olhos de  todos aqueles que você conhece e até dos que não conhece, diga que tudo o que a droga trás é ilusório e auto-destrutivo, é só olhar para o meu corpo frio,  alerte-os que  o mal veste terno e gravata,  tem um belo par de sapato de couro, tem um bom carro e está em festas, bares, faculdades, escolas, baladas , diga que para esses demônios elegantes “sua vida” não tem valor,  eles são comunicativos, e aparentam ser confiantes, há quem os chama de amigos, assim é quem irá ajudar a destruir sua vida levando-o a loucura, a perdas, a dor e a morte. Não fique triste meu amor, por favor, não sinta raiva, não me maldiga, já sofri o bastante, ore por mim e me ame mesmo que seja por piedade.
Saiba que eu te amei a cada segundo que vivi, e mesmo agora me vendo ao chão saiba que eu te amo e vou continuar te amando aqui  e em qualquer lugar que eu esteja independente de tempo. 


Adeus.
De sua eterna e  somente tua.
 



Este foi um desafio feito pela Natalia Rosalen ou Mel para quem conhece.
De qualquer modo aqui esta, desafio aceito.

segunda-feira, 9 de maio de 2011

A viagem

Ao relento de minh’alma
decidi explorar os quatro cantos de mim
calada sobre fatiotas brancas
e em sorrisos quase que celestiais.
Em meu paraíso encontrei quinhões
de uma historia peculiar e divina
Com lembranças do que fui e vou ser
Jubilosa feito criança
Entre sorrisos e abraços
Minh’alma e meu corpo bailaram, juntos,
Podendo por um minuto ser somente uma.
Não havia momento tão prazeroso quanto aquele
Não havia nada mundano que pudesse conter minha alegria
Enfim,
Desafiei todos os meus pensamentos,
Meus segredos, meus desejos

Descrente no desassossego que poderá me ocorrer
parti de mim para uma crucial experiência
Decidi então ter um pouco de inferno.
Quando fora, senti frio, cheiro de enxofre,
 este que me roubava o ar em tormento
Gritos insanos e zombarias diabólicas.
O medo me fez retomar para o recanto
Lugar donde não deveria ter saído
após  minutos aflitos.
Não permaneci nem um segundo mais fora do meu paraíso
e  em uma decisão quase que impulsiva
quis conhecer agora o inferno fora de mim,
Inferno este que é paraíso diante dos meus olhos órgãos
Já que o meu, não posso dominar.

Despeço-me em vago silêncio,
enquanto meu espírito repousa nesta fatiota
Cujo intitula-se “corpo”,
Se recompondo de sua recente perda, energia vital e paz.





Natallia Rosa – Maio 09, 2011.

terça-feira, 26 de abril de 2011

Eu gosto do 5, mas prefiro o 3



Indicada por Claudinha
 (http://falarfrancamente.blogspot.com)
Brincadeira das 5 coisas.
Então tá:
5

 Manias ou esquisitices 
 Tudo, absolutamente tudo que vou ingerir cheiro antes
 Olho debaixo da cama antes de dormir
 Me sinto vigiada o tempo todo pelo fato de ser estranha
 Deixo portas, janelas, gavetas abertas
 Sempre saio pela mesma porta que entrei, independente do lugar eu dou meu jeito


Coisas que me irritam
• Meu Pai - O MESTRE
• Mandar-me fazer algo ao invés de pedir com jeito
• Bagunça/Sujeira
• Pessoas sem caracter
• Pessoas que falam gritando/berrando


 Coisas que adoro 
 Aventura
• Amigos
• Mato e Moto
• Musica
• Suco de Cevada


 Coisas que ninguém sabe sobre mim
Volte ao primeiro item 


BONUS

Meu maior sonho
 Ter mais de um passaporte CHEIO de viagens


Meu maior medo
TER MEDO


As coisas mais importantes na minha vida:
• AMOR
• Espiritualidade
• Família, Namorada e Amigos
• Caráter/Humildade/Sentimentos bons
• Viver bem.



Ninguém sabe...
Exatamente o que eu sinto


Se hoje fosse meu ultimo dia na terra eu escreveria:
Mais uma e a ultima vez nessa vida sobre o amor




Indico  : Daia Ramalho -  http://subjugareamar.blogspot.com
               
Trilhos Fortes - Bruno Masi


A musica não tem nenhuma ligação com o post, postei apenas para facilitar quando eu quiser ouvir. 


terça-feira, 19 de abril de 2011

Em branco

Depois de alguns dias eis que ainda me encontro sem... Sem idéias, sem memórias, nem filetes de inspiração, a única luz em meu pensamento é um gigantesco, imenso e infinito branco.
Onde andas minha inspiração?
Estou a alguns minutos frente a esta folha praticamente em branco  buscando um milímetro de inspiração que seja, mas a única coisa que me ocorre é a privação, quando o que enxergo é somente uma intensa claridade, um exato e infinito branco que não ofusca somente minha vista, turva também minha mente.
Já não reconheço sua cor, desconheço teu sabor e calor, eu não sou mais aquela pequena que na 5ª séria se perdia em palavras quando lhe preceituavam uma dissertativa, isso não deveria ocorrer nos dias atuais quando há extrema necessidade de colocar para fora coisas que me corroem interiormente.
 Não dá para descrever sentimentos que não senti, nem há razões para escrever algo que eu nunca vivi e se houvesse eu não me permitiria a isso, buscar nas lembranças eu não posso uma vez que me falta uma boa memória, nas pessoas que não consigo abandonar também não.
Eu poderia exprimir neste o amor, mas se eu disser que hoje não quero falar de amor... Estaria mentindo, EU QUERO mas não consigo falar sobre ele quando o que estou sentindo é um gosto amargo feito café frio sem nenhum grão de açúcar. 
Não é que meu coração esteja deixando de ser bom, nem as emoções estão me deixando, a questão é o medo que tenho, medo de estar me adaptando a este mundo de chacinas, mentiras e de desamor que tem sangrado meus olhos.
A alternância de idéias e sentimentos tem me causado certa repulsão "de mim mesma", estou correndo de olhos arregalados mas já não sei o que fazer, nem o domínio dos meus pensamentos eu tenho.
 Penso, sinto e faço quase que impulsivamente.
Estou confusa cá dentro de mim no meu lindo jardim de flores do campo e o mundo lá fora esta cada vez mais disforme com flores murchas e mortas.
Poucos homens tentam salva-lo das desgraças que serão conseqüências de suas próprias atitudes. Eu sinto meu coração executando sua função, faço minha parte, amo tudo o que existe dentro e fora de mim, não me falta amor, minha deficiência é de inspiração.

Volto quando nos encontrarmos em uma esquina qualquer, ou quando ela por vontade própria resolver bater em minha porta enquanto isso espero ansiosa dentro do mundo chamado Eu.

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Poderá eu

  Um vislumbre do fim

       “Uma vez eu irei. Uma vez irei sozinha, sem minha alma dessa vez. O espírito, eu o terei entregue à família e aos amigos com recomendações. Não será difícil cuidar dele, exige pouco, às vezes se alimenta com jornais mesmo. Não será difícil levá-lo ao cinema, quando se vai. Minha alma eu a deixarei, qualquer animal a abrigará: serão férias em outra paisagem, olhando através de qualquer janela dita da alma, qualquer janela de olhos de gato ou de cão. De tigre, eu preferiria. Meu corpo, esse serei obrigada a levar. Mas dir-lhe-ei antes: vem comigo, como única valise, segue-me como um cão. E irei à frente, sozinha, finalmente cega para os erros do mundo, até que talvez encontre no ar algum bólide que me rebente. Não é a violência que eu procuro, mas uma força ainda não classificada mas que nem por isso deixará de existir no mínimo silêncio que se locomove. Nesse instante há muito que o sangue já terá desaparecido. Não sei como explicar que, sem alma, sem espírito, e um corpo morto — serei ainda eu, horrivelmente esperta. Mas dois e dois são quatro e isso é o contrário de uma solução, é beco sem saída, puro problema enrodilhado em si. Para voltar de ‘dois e dois são quatro’ é preciso voltar, fingir saudade, encontrar o espírito entregue aos amigos, e dizer: como você engordou! Satisfeita até o gargalo pelos seres que mais amo. Estou morrendo meu espírito, sinto isso, sinto...”

                                                                               Clarice Lispector (1920 - 1977),
                     

(...) SER UM MILÍMETRO.

quinta-feira, 7 de abril de 2011

Equívoco

Como todo Homem eu também erro, por esta razão este post. Me equivoquei.
Não pense que expor minha face a pedir perdão seja inteligível, pois não é. Por mais que eu pregue, ostente, incentive e admire tal atitude, tenho uma dificuldade enorme, você percebe e explora essa atitude quando meus olhos se fecham, as pernas se agitam, as mãos inquietam e suam, meus lábios tremem e num gesto único, sincronizado, célere e impulsivo minha voz soa um pedido: 
ME DESCULPA AMOR.
Jamais imaginei ter que escrever um post deste gênero, ainda mais pra você a pessoa que eu amo e que Deus me trouxe de volta. Mas, felizmente cá estou, e tenho que fazer jus a esta atitude, eu sei que nos últimos dias não tenho sido a melhor namorada, nem a mais compreensiva, tão menos a mais adorável, sei também que não tenho lhe tratado com todo o carinho que você merece, sei que fui rude, insensível e quis comandar os sentimentos, mas como de costume acabei me fechando, você conhece minhas verdades e meus defeitos e sabe que tudo o que eu queria era me mostrar  forte, o que neste caso é totalmente em vão, de modo infeliz nem sempre as coisas acontecem como queremos e nem sempre minha boca se silencia, esforço-me todos os dias para ser o melhor que posso assumindo meu lado passivo, mas subitamente já estou atuando impulsivamente. Peço-lhe que esqueça os últimos dias, que extingue todos os momentos ruins, pois eu prometo me esforçar para que voltemos aos nossos dias ímpares. Você é tudo e além do que desejei, sempre esta ao meu lado e independente de qualquer coisa jamais solta minhas mãos, me abraça mesmo quando importunada, não se acanha, não se amedronta, sente apenas amor, um amor grandioso, imponente e incondicional, esse mesmo que sinto. Você me compreende e assegura minha felicidade, é, eu reconheço todas as suas atitudes e esforços, acredite deste modo quero retribuir sendo alguém melhor pra você especialmente. Estou aqui lhe oferecendo meu coração, meu corpo, minha existência, minha amizade que é autentica e todo o meu amor que de fato já é teu. Agi errado e te magoei, mas estou aqui me redimindo, você é especial para mim, meu amor, e é a responsável por tudo que de melhor tenho vivido, é também a responsável por me fazer crer nessa felicidade tão plena que está a nossa volta, por isso peço-lhe  para que escusa-me por minhas falhas e não esqueça quão imenso, intenso, afetuoso e enriquecedor é o meu amor por você.



Não me recordo ter prometido nunca lhe magoar, mas agora prometo que farei tudo para que isso não mais aconteça.
Eu te amo, meu amor.
♥ 

sábado, 2 de abril de 2011

P. de vista.


"Ela é apenas uma... Com uma... Uma casca bonita que faz comiserar pelo seu gosto amargo. Ela é somente uma, uma bela casca verde, notável e encantadora para os olhos órgãos, mas somente isso.
Ela é LINDA. Não há nenhuma outra palavra além desta, ela é linda, e tão linda que a palavra se torna só e vazia. Linda em todas as dimensões que os olhos conseguem alcançar, linda de boca fechada, de corpo fechado e somente tocável. Tão linda e tão desprezível quando jorra palavras e atitudes, quando desdenha de qualquer e toda pessoa que se aproxima, quando, quando, quando ela ficar só, sozinha no mundo entenderá..."

Bem, o texto acima me veio por acaso, foi literalmente uma epifania, e o que eu quis dizer ficou muito claro, caso não, leia novamente.
Estou a expressar acima a convicção de que beleza não é tudo, não é essencial. Muitas vezes essas cascas bonitas e formosas nos enganam, quando provamos teu sabor nos decepcionamos como nunca antes, o gosto é azedo e na pior das situações amargo impossível de engolir. Muitas mulheres (digo muitas, mas como percebem não generalizo) se iludem com a idéia de que, "se tiver um corpinho esbelto e um rostinho impecável conseguirá tudo e todos”, mero engano... Tamanho engano que me faz sentir pena, essas gastam tanto tempo trabalho incansavelmente prol a beleza, gastam tanto dinheiro com cosméticos e derivados (que na minha opinião são completamente inúteis) que esquecem do principal, do caráter, do afeto, da compaixão, do sentimento bom, dum ato de bondade do amor.  Sinto pena -e esse é um sentimento que eu tento e luto todos os dias pra não sentir por ninguém-! Essas pessoas que passam a vida em torno da estética, são completamente estúpidas vaidosas e vazias,  são tão negligentes que esquecem que os dias passam, os anos se vão, a velhice vem e até os mais belos rabos criam carquilhas.
Pois bem, não as culpo somente, culpado também são os homens, que procuram a mulher pela casca, “quanto maior melhor, quanto mais verde mais desejável, quanto mais brilhante maior é a vontade de despir todo aquele brilho”, tem culpa também a publicidade (não generalizando)
que se deixam escravizar por padrões de beleza, procurando rostinhos bonitos, corpos atléticos para estampar capa de revistas, jornais, programas e outdoors o que na verdade não é vantagem alguma pra sociedade, eles só pensam em lucro, pensam em hipnotizar e engendrar desejos para então manipular os demais na mecânica de um sistema típico e totalmente capitalista.
Pior do que essas estúpidas mulheres é
a publicidade que nos julga bonitos ou feios convictos de que têm esse direito, isso é tão patético que desperta uma imensa e quase incontrolável vontade de rir, quando os que julgam são tão feios, quanto os “julgados”  e muitas vezes não somente por dentro, e pior, forçam  "os julgados" a pensar nas possibilidades do Photoshop. UAL! Meus queridos pensantes e até estúpidos pensantes, PAREM e PENSEM.
A beleza se vai a cada milésimo de segundo, e viver na ilusão criada em nome do lucro é tolice,  o que nos proporciona momentos verdadeiros é o amor e a inteligência. Isso é tudo o que precisamos na vida.
 A beleza é uma casca nua e sedutora, o conteúdo é essencial tão quanto o ar que respiramos.
Se importar tanto assim, é viver em obstáculos. Ser sexy vai além do que o dicionário diz (Significado de Sexy adj. (pal. ingl.) Fam. Diz-se de pessoa sexualmente atraente.), além do corpo, é uma característica que se manifesta dentro dele através do pensar bem e desejar o bem, do sentir carinho, ter afeto e não desdenhar e desprezar o semelhante como um lixo qualquer, do agir para fazer o bem não só pra si, do amar tudo e todos e também se amar... Não venda sua vida por qualquer vintém, aprenda e eduque seu corpo a amar.Só então verás realmente quão bela é.
 Falei, falei, falei e não falei nada.
O que quero dizer é simples as pessoas se sentem tão lindas esteticamente falando,  que furam os próprios olhos causando a cegueira e acabam se sentindo superior aos demais, sendo assim se acham no direito de menosprezar o próximo e emburrercer (tornar-se burra). Beleza não é tudo.


Ps. Não estou generalizando, pois conheci pessoas lindas, maravilhosas, inteligentes e adoráveis. 

segunda-feira, 28 de março de 2011

Singelo

Nem toda moeda do mundo, nem quilates e quilates e quilates de ouro, nem toda e qualquer pedra preciosa, nem mesmo o conjunto de tudo que existe daria valor ao... Nem a imensidão do azul do céu, nem o clarão do sol, nem todas as constelações e galáxias, nem toda a vida que existiu, existe e existirá no universo, nem ao menos as flores que fazem os jardins mais belos, nem a natureza me revelaria e encantaria como... Nem todos os grãos de areia existentes, nem o ar que respiramos, nem a soma das gotas d’água dos mares seriam infinitos como... Nem a ciência, nem o homem, nem caminhos certos ou pegadas, nada explicaria. Nem se soubesse dizer quantas vezes pulsou seu coração, quantas vezes sentiu a vida palpável, quantas vezes chorou de alegria ou quanto tempo sonhou acordada, nada além de Deus saberia dizer quão intenso, e imenso, e poderoso, e envolvente, e belo e infinito é meu amor por você.
Esse amor transcende tempo, eras, universo e vidas.
A natureza se envaidece com o nosso amor, e o mundo fica um pouco mais colorido.



sábado, 26 de março de 2011

Benção.


Nasceste no lar que precisavas, vestiste o corpo físico que merecias, moras onde melhor Deus te proporcionou,  de acordo com teu adiantamento. Possuis os recursos financeiros coerentes com as tuas necessidades, nem mais, nem menos, mas o justo para as tuas  lutas terrenas.
Teu ambiente de trabalho é o que elegeste espontaneamente para a tua realização. Teus parentes, amigos são as almas que atraístes,  com tua própria afinidade. Portanto, teu destino está constantemente  sob teu controle.
Tu escolhes, recolhes, eleges, atrais, buscas, expulsas, modificas tudo aquilo que te rodeia a existência. Teus pensamentos e vontades são a chave  de teus atos e atitudes... São as fontes de atração e repulsão na tua jornada vivência.
Não reclames nem te faças de vítima.  Antes de tudo, analisa e observa.  A mudança está em tuas mãos. Reprograme tua meta, busque o bem e viverás melhor.
" Embora ninguém possa voltar atrás e  fazer um novo começo, qualquer um pode  começar agora e fazer um novo fim ".


                                                                   Francisco Cândido Xavier.         

terça-feira, 22 de março de 2011

Como é mesmo...

Aquela palavra que começa com A? Aquela "coisa" que cresce muitas vezes além dos limites, que nos faz mais felizes, que nos trás divindade e sorrisos, que nos faz tolos, como é mesmo? Já sei, Árvore!

Árvore da minha vida, 
Preciso ter uma concisa mas séria prosa contigo, e desta vez – acredito que- você não vai se sentir maçante, nem querer destruir as raízes. Veja bem, o assunto é sisudo e desejo que o efeito seja de bons frutos. 
Quero falar de árvore, aliás, desse grão recoberto de glória que se deita à terra para germinar e se move em direção ao céu, deste gaudio que me faz respirar com mais leveza, me refugia em vários dias, e que me faz agradecer a Deus pelo simples fato de estar viva e por estar perto de ti. 
Para elucidar o quanto você me completa e me faz feliz, vou falar de coisas singelas como pássaros que em nós faz seu livre pouso, como as borboletas que brincam em nossos estômagos, como as flores que colore os campos e os riachos que nos molham os pés, como um lençol estendido no gramado verde cheio de guloseimas para nos deliciar, como eu e você dividindo o mesmo espaço olhando para céu azul lindo e sorrindo dando formas as nuvens que por nós passam célere, entre beijos e abraços e arvores, eu e você... Desta forma me sinto, contemplando tua ilustre companhia. Vou procurar ser ainda mais precisa, essas coisas singelas se tornam mais harmoniosas com você, despertando em mim sentimentos de admiração, tornando cada novo minuto tão essencial quanto o que passou. 
Árvore, hoje quero falar apenas de árvore, da imensa árvore que sinto crescer, desta mesma que toma conta da minh’alma, não porque me sinto sob influência de uma inspiração mística ou poética, mesmo porque não há nesta nenhuma pretensão, estou falando de árvore simplesmente porque você não sai do meu pensamento, você é minha força e minha sentença, falo sobre árvore porque sinto uma vontade absurda de tê-la em meus braços. Você me encantou e me invadiu desde que eu te reencontrei. Certa estou de que este é o maior presente da nossa natureza, presente que não se perde, não se abandona, e esta conosco em todo e qualquer lugar. 
A árvore que está em nós é essencial em minha natureza, me faz feliz e diferente, me faz ser melhor. 

Desculpe-me pela falha, mas agora não há tempo para corrigir, apenas saiba que a árvore que tanto pronuncio acima é, AMOR.

quarta-feira, 16 de março de 2011

Falta tanto tempo no dia..

Sobra tanto espaço no tempo.
Falta horas no clarão da noite em companhia, falta dias no feriado e falta mais tempo para ficar com a família, tenho tempo de sobra no trabalho, mas me falta para ir a sorveteria, sobra tempo frente a uma tela sem som e um teclado sem vida. Tempo para me divertir não falta, mas tem dia que o sono é larápio e o rouba o que seria... Faltam horas e dias no meu calendário mas me sobra, mesmo em correria alegria e vida para compartilhar com quem esteja afim. Falta horas no meu dia, só, em minha companhia, me sobra minutos numa letra de música vazia. Falta tempo"preu" visitar um amigo, sobra minutos e credito para lhe mandar um SMS de bom dia, tempo demais para me olhar no espelho e ver que não sou quem fui mas cadê o tempo para cuidar de mim e do meu amor? Falta tempo para fazer as unhas e incrivelmente me sobra para não fazer nada... Arrumo tempo no tempo para uma conversa extrovertida, para aliviar outrem da permuta da dor, e tempo inteiro para estampar o sorriso na cara e emanar sentimento, enquanto eu me guardo e resguardo em minhas euforias, o tempo que mais me falta é um tempo que não existe, sem tempo para entrar no banho de roupa e brincar feito criança como outrora, não há tempo hoje de secar minhas costas, ou sentar na mesa da cozinha para pensar e escrever um poema, uma rima, um sentimento, uma agonia. Tenho tempo de sobra para acelerar as coisas como se tivesse sobre a moto, mas nenhum tempo recompensa a melhora que a lentidão por vezes me faz. Uma vida tranqüila? Com certeza é um sonho e a que quero, mas tranqüila para mim é estar o tempo todo em adrenalina, o que hoje me falta também. .
Sobra responsabilidade -demais- em minhas mãos, e estou a doar, de brincadeira. Eu tento lava-las a cada 5 minutos mas a água que cai sobre elas é pura de realidade. Bem-vinda ao mundo de verdades que eu já vivi e vivo por essa vida, enquanto ainda há tempo de mudanças... Cá estou com minha alegre e melhor companhia.







Mas lembre-se, o tempo passa célere sem tempo para pausas, como esse poema.

quarta-feira, 2 de março de 2011

Brincadeiras me fazem sorrir feito criança

Escreva 3 (T R Ê S) palavras para construir a história... Três entenderam? Não.





Morre Diabo...

Em um dia de verão, uma prostituta freira decidiu caminhar.
Durante a caminhada ela encontrou algo grande e roliço, resolveu levar com ela. Uma hora depois de estar segurando o corrimão da igreja, tropeçou quebrou a perna mas mesmo assim ela não soltou, Afinal ela adora segurar o objeto roliço, que na verdade era o taco do Star Wars. Pristinamente (coisa da Marília) era o pau do He Man. Pau por pau ficou com muito, mas, um certo dia ela se cansou de vadiar e foi ao encontro de Jezus o grande Senhor, que para sua frustração ele não estava, e seu anjo guardião disse: Fique pelada, faça muito amor sem nenhum remorso e cante “ param, param, todo mundo nu”. Ela levou aquelas palavras e começou a dar, demasiadamente, loucamente, mas muito MESMO. Nesse momento ela se sentiu muito louca, louca, louca, louca... Quando achou que não teria solução, encontrou Jezus o grande Senhor, mas ele não resolveu seu fogo que nessa altura era um fogaréu e já incendiada toda a paróquia, e continuava crescendo, crescendo... Logo ela percebeu que veio ao mundo o Darth Vader dançando a ragatanga, e virou um zumbi assassino comedor de p.. Que adorava comer peru de natal.
No “meio” da interminável caminhada em busca de alguém que apagasse seu fogo, PF e seu mais novo amiguinho Darth deram conta que sim, sim e SIM, era dia 25 de Dezembro, Darth saiu correndo deixando seu pau pra trás, entrou na primeira casa que avistou para saborear um delicioso P.. PF continuou caminhando e cantando mesmo percebendo que sua busca era em vão, assim sendo para sua pertubação um pensamento tomou conta  “ poxa, sou tão infeliz”, foi exatamente nesse momento que ela percebeu que tudo o que sempre procurou era Amor sentimento e não Amor sacanagem , sua busca era por alguém que amasse sua alma e não somente seu corpo, felizmente ela encontrou um homem com quem se identificava, um grande homem por quem ela se apaixonou loucamente, “Emílio Eduardo” que por sua vez a conquistou com sua mensagem de sabedoria  “ o  microfone pra mim é tudo... Ahhhhh, Morre diabo!”


Um de Março de Dois Mil e Onze.
Isso foi apenas uma brincadeira, brincadeira ok!? Que começou entre quatro pessoas e acabou...


PS. Não houve nenhuma alteração no texto.
PPS. Tá, houve alguminhas, mas só alguminhas.
PPPS. Isso não diz respeito a religião foi apenas uma brincadeira.
PPPPS. E se não achou engraçado o problema é seu.

Por: Paula, Natallia, Isadora, Marília, Edilene, Marcos, Rogério, Vanda, Pedro,
Toninho, Peres, Isadora e Rafael.


Recomendo : 


sábado, 19 de fevereiro de 2011

Pagina 1

Só há uma coisa no qual me importo muito, essa mesma coisa é a causa da minha existência. Só há uma coisa que eu odeie muito, e essa coisa faz parte da minha existência.
Coloco uma meia e um tênis, outra meia e outro tênis, odeio café, mas tomo-o com leite pela manhã. Não sei até hoje qual é a cor da minha pele e pouco me importo, minha  pele é sensível ao sol, algumas coisas que deveriam ser olvidas não esqueci, mas... Algumas pessoas que não deveriam ser já nem me recordo. Outras não. Paixões, amores, descasos e casos sim, já vivi. Eu vivo, eu sinto, eu vejo, eu ouço, eu toco, eu danço, me movimento, quase não perco tempo chorando e você?
Minhas escolhas são simplesmente elegidas entre SIM e NÃO, É ou NÃO É, não há meio termo. Minhas palavras são mesmo confusas e indistintas, acintosamente quando preciso suprir a vontade de falar e não quero que compreendam o que digo, gosto exageradamente de ver pessoas sem me entenderem e com uma interrogação excedendo os traços de sua face, adoro o gelo quando me perguntam sobre o que estou falando, adoro também banho frio e me olhar no espelho enquanto me banho, mas nesse ponto distraíam-se isso não significa nada.
Eu não tenho laços familiares, mas isso não faz com que eu os ame menos, OK.
Meus amigos realmente são peças fundamentais no quebra cabeça da minha vida, e são cada um em seu tempo essenciais e eternos, mas como disse cada um em seu espaço de tempo, tempo esse que se perde com o tempo. Isso vocês entenderão.
Em minha pele há marcas, cicatrizes e muito aprendizado, tenho alergia à picadas de formiga, sensibilidade ao sol e assombro extremo de barata.
Meu rosto é harmonioso -ouvi isso várias vezes- mas percebo carquilhas na face, efeito de tanto sorrir. Tenho muitos anos de espírito, mas somente 21 de matéria e a soma de tudo... Não sei, não sei de muita coisa que eu sei que existe.  Eu sei de muita coisa a meu respeito.
Tenho dezenas de segredos para comigo, e ninguém descobrirá quais são.  Ando tão normal quanto o estranho, ando mais estranha que o normal. Não quero que me compreenda, apenas leia. Meu celular se enfastia de mim com certeza, e eu não me canso de sonhar.
Algumas alegrias não me deixam tão feliz, e eu não tenho culpa ,o que tenho é.. Segredo meu. Meu pai me irrita com a maior freqüência do mundo, nesse momento percebo que amo aquele homem mais que o mundo. Sim eu também me aborreço, e algumas pessoas  esquecem que tenho esse sentir, quando estou furiosa faço jus a palavra e lamento por aqueles que provaram, provam e provarão dessa fúria, não faço tempestade em copo d’água, o copo d’água nem poderia causar uma. O resumo disso tudo é vida para comigo, ideais, existência e vida aos demais.




terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Eu gosto de maçã

Ela também. 

Eu gosto de raspar o cabelo, ela odeia que eu raspe.

Já havia esquecido que ninguém precisa gostar de TUDO. Quem me conhece sabe de todas as minhas crenças e convicções, conhece ainda a força com que elas agem em mim, hoje após uma prévia conclusão tendo como base uma controvérsia de outrora descobri que: Cara metade não existe. Fato. A verdade é que existem pessoas inteiras que se unem, amores inteiros que se fortalecem multiplicando alegrias e dividindo tristezas. Não há metade da laranja nem tampa da panela. Pessoas não são como biscoitos metade chocolate metade morango, pessoas não são como frutas que se dividem, mesmo porque quando isso ocorre com uma fruta se uma parte é devorada e a outra não, a parte que sobrou envelhece, perde o sabor, apodrece e adeus. O mesmo ocorreria conosco humanos se fossemos apenas uma metade de um inteiro, se por algum motivo e azar a outra parte partisse iríamos padecer, estragar e morrer. O que quero dizer na verdade é que, se fossem esses ditos verídicos, ao vermos a cara metade partir nunca mais seriamos um inteiro e passaríamos toda a vida em martírio, quebrados e melindrados, já que encontrar uma outra metade com o mesmo corte e/ou encaixe é impossível, pelo menos no caso das frutas. Falando do ciúmes, esse nunca foi o meu forte, sempre achei ridículo e desnecessário, hoje compreendo o porquê e de onde nasce: do medo, porém, ainda  defendo minha convicção que -mesmo me contrariando as vezes-  cada um merece ter seu espaço, suas predileções, seus amigos e o mais importante sua originalidade, em outra palavra individualidade, digo aquela onde se deita a cabeça no travesseiro e passa horas só, só você e Deus..  É, todos nós sem exceção temos hora, hora de ficar juntos e separados, mas lembrem-se que essa é apenas a minha conclusão mesmo não sendo bem recebida. "Franklin my dear, I don't give a damn." haha.

Outro ponto cujo qual não consigo engolir nem em pó –como remédio difícil de digerir- é a infidelidade, ciúmes até certo ponto convenhamos é tolerante, infidelidade não.. Se alguém está com outrem é porque gosta, porque tem afinidades, então meus queridos porque buscar outra pessoa?  Se não está bom é simples, O TÉRMINO É A MELHOR SAIDA.  O problema de quem trai -acredito eu- é psicológico, essas pessoas sentem medo de ficarem só, fugindo do espaço de tempo onde ao final de um término  seria indispensável ficar só -o que é muito melhor-  mas não, logo buscam outra pessoa errando duplicamente.   

 Algumas pessoas me julgam “uma jovem idosa” e esse julgamento me causa certa repulsão -por vezes-, quiçá eu deveria ver a vida como uma pessoa de 21 anos e não como uma senhora de 60 anos que já viveu o bastante, segundo elas. Tudo bem admito, tem vários lados positivos em ser metade jovem e velha, por esse motivo eu prefiro ser um inteiro de metades de mim jovem idosa e amor. Não entendeu? Eu também não.

 

 

Sem mais .

 

ps.

Essa conclusão me ocorreu após algumas horas deitada sozinha dispersa de tudo, somente eu, meus pensamentos e um dizer de Quintana.

 




sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Onde está o amor?


O que está errado com o mundo mamãe?
As pessoas vivendo como se não tivessem mães
Acho que o mundo todo viciou-se no drama.
Apenas atraído a coisas que trazem trauma.

No exterior, sim, a gente tenta parar com o terrorismo
Mas ainda temos terroristas vivendo aqui.
Nos EUA, a grande CIA.
Os Bloods os Crips e os KKK

Mas se você só tem amor pela sua própria raça,
Então só sobra espaço para discriminar.
E discriminar só gera ódio.
E quando você odeia, então, você tende a ficar irado, yeah

Maldade é o que você demonstra.
E é exatamente assim que a raiva funciona e opera.
Cara, você tem que ter amor para endireitar-se.
Tome controle da sua mente, e medite
Deixe sua alma levitar para o amor.

Pessoas matando, pessoas morrendo.
Crianças feridas e você escuta elas chorando.
Você consegue praticar o que você prega
E dar a outra face?

Senhor, Senhor, Senhor nos ajude.
Envie-nos algum guia daí de cima
Por que as pessoas andam me questionando.
Onde está o amor? (amor)

Onde está o amor? (O Amor)
Onde está o amor? (O Amor)
Onde está o amor, o Amor, o Amor?

Simplesmente não é a mesma coisa,
Sempre tem mudança
Os novos dias são estranhos,
Estará o mundo insano?

Se o amor e paz são tão fortes
Porque há partes do amor que não pertencem?
Países jogando bombas.
Gases químicos enchendo os pulmões de crianças pequenas
Com sofrimento contínuo enquanto a juventude morre cedo

Então pergunte a si mesmo,
O amor realmente se foi?
Então eu poderei perguntar pra mim mesmo,
O que realmente está acontecendo de errado?

Nesse mundo que vivemos
Pessoas vivem cedendo
Tomando decisões erradas,
Apenas visando seus dividendos

Sem respeitar um ao outro,
Negando seu irmão.
Uma guerra está acontecendo,
Mas a razão está escondida.

A verdade é mantida em segredo,
Varrida para debaixo do tapete.
Se você não conhece a verdade,
Então não conhece o amor.

Onde está o amor? Todos vocês, vamos lá!
(eu não sei)
Onde está a verdade? Todos vocês, vamos lá
(eu não sei)
Onde está o amor? Todos vocês

Pessoas matando, pessoas morrendo.
Crianças feridas e você escuta elas chorando.
Você consegue praticar o que você prega?
E dar a outra face?

Senhor, Senhor, Senhor nos ajude.
Envie alguma luz dos céus.
Por que as pessoas andam me perguntando.
Onde está o amor? (Amor)

Onde está o amor? (O Amor)
Onde está o amor? (O Amor)
Onde está o amor?
O Amor, O Amor

Eu sinto o peso do mundo nos meus ombros.
Enquanto envelheço, todos vocês, pessoas ficam mais frias.
A maioria de nós só nos preocupamos em ganhar dinheiro.
O egoísmo está nos guiando para a direção errada.

Informações erradas sempre mostradas pela mídia.
Imagens negativas são o critério principal.
Infectando as mentes jovens mais rápido do que bactéria.
As crianças querem agir como elas vêem no cinema.

E aí, o que seja que tenha acontecido com os valores de humanidade
O que seja que tenha acontecido com a justiça na igualdade
Ao invés de espalharmos amor estamos espalhando desânimo
Falta de conhecimento deixando vidas longe de uma unidade.

É por isso que as vezes eu me sinto pra baixo.
É por isso que as vezes eu me sinto pra mal.
Eu não teria por que ficar me sentindo pra baixo.
Tenho que manter minha esperança viva até que o amor seja encontrado
Minha esperança você mesmo

Onde está o amor?
Onde está o amor?
Onde está o amor?
Onde está o amor?

Senhor, Senhor, Senhor nos ajude.
Envie alguma luz dos céus.
Por que as pessoas andam me perguntando.
Onde está o amor?







Onde está o amor? 

Esta onde sem cessar esteve até hoje, dentro de nós, na nossa entrega, esta em cada suspiro, em cada temor de perda. De modo infeliz hoje é difícil ver alguém que consiga exprimi-lo incondicionalmente, precisamos nos dar a liberdade de  conceber, viver, estar e perdurar o amor, o amor é AGORA. 

Pessoas sem escrúpulos nos amarfanham, nos causam medo e é isso que faz com que vejamos o próximo como inimigo, esta é a razão por filho matar mãe, pai abusar de filho, irmão matar irmão...

O mundo precisa da prática da paz e não da teoria.
O mundo precisa viver o amor e não sonhar com ele.
Sejamos prol a continuidade da nossa vida.