terça-feira, 27 de novembro de 2012

Meu querido, 2012.


Depois de meses sem escrever e expor a algazarra que havia aqui dentro, decidi voltar e expor em um conciso resumo o retrospecto do meu ano.
Esse ano foi arduamente marcado em minha vida por uma serie de perdas.
Grandes perdas, mas também por alguns ganhos.
Marcado por danos que erroneamente pensei que não pudesse me recuperar e superar, por um coração estraçalhado que hoje em dia tá todo bonitinho de novo, e por falhas que eu jamais pensei que um dia pudesse cometer, mas cometi.
E enganos, muitos enganos.
Ano no qual aprendi a perdoar e pedir perdão da forma mais crua e verdadeira que pudesse existir.
Ano em que eu mais senti a intensidade do amor, e o que a falta do amor acarreta, a dor.
Tive o prazer e o desprazer de conhecer algumas pessoas, cujo deram outro contorno ao modo de ver e entender pessoas e ocasiões distintas.

Como nos enganamos fácil nos momentos de fraqueza, não é?!
Mas isso me veio como um aprendizado impossível de se esquecer.

2012, marcado por muitas escolhas equivocadas, mas também por algumas totalmente certeiras.
Descobri talentos que nunca sequer havia imaginado, fui a lugares que nunca pensei que pudessem existir, lugares lindos com uma energia incrível.
Revi amigos que há anos não via, abracei, apertei a ponto de quase quebrar todas as costelinhas, mas na contrabalança perdi alguns também.
Este ano apesar de desarranjado foi crucial para essa Natallia que sou hoje.

O mês de Outubro foi o mês mais intenso e mais rijo em termos exoráveis, a ponto de dilacerar  minha carcaça, minha consciência e minha alma.
Nesse mês me senti bem próxima do fim, a ainda houve quem julgou ser balela,  chorei, chorei muito, chorei por dor, chorei por saudade, chorei por me enganar, chorei por querer chorar.
E não aliviava, era um vazio desmedido, até que...

Ah, até que conheci uma pessoa incrivelmente encantadora, que com um sorriso me faz ganhar o dia inteiro, mas não pense que foi tão fácil assim, eu tentei correr, e tentei  correr muuuuuito, mas cada vez que eu corria eu me aproximava mais. Estávamos indo na mesma direção e nem havíamos notado, tentei fugir “ mas com você não deu, só consegui ficar
”  rs.
E foi em meados desse mês que tivemos o primeiro contato, a primeira conversa. Um dia depois nos vimos pela primeira vez, e então naquele primeiro olhar senti todo o peso que estava carregando cair, bem assim,  diante dos meus pés, eu não hesitei,  apenas pulei aquele pacote de coisas ruins que  agora estava no chão e fui pra bem pertinho dela.

Definitivamente, pessoas especiais aparecem no momento certo, e não há nem como explicar, coisas ruins acontecem para que coisas boas venham nos alegrar posteriormente, e então veio você me fazer sorrir com esse fulgor único fitando meus olhos.
Você já é especial, menina.

Definitivamente 

Ah, e não poderia deixar de frisar e citar as duas pessoas que eu mais amo no mundo sem nem sequer ter o mesmo sangue, mas que de fato vale muito mais do que qualquer grau parentesco.

Mayna Fortunato e Marcela Curti, que eu amo vocês não é novidade, mas as amo com cada pedacinho do que sou, sem vocês eu não seria nem parte do que sou hoje, estivemos juntas como nunca antes nesse ano, e em anos de amizade nunca havíamos passado e enfrentando tantas coisas juntas.
Vivemos esse ano não mais como 3 garotas afim de curtição, estivemos juntas como adultas, como mulheres capazes de compreender até os momentos mais difíceis e tirar de cada um deles proveito, estivemos juntas como amigas, como IRMÃS, e sobre nós eu definitivamente não preciso dizer nada, apenas agradeço. Por tudo.



Três amigas e um único coração, isso nos resume.


quinta-feira, 27 de setembro de 2012

O que você tem feito da sua vida?


"Há dias em que paramos para pensar  e passamos o dia todo assim, amadores filósofos."

(...) Então chega uma hora que você calça seus pés no chão e mal consegue sustentar  o peso do próprio corpo  por tamanho desgosto que carrega consigo, junta suas mãos como em um ato de prece e enquanto seus olhos lacrimejam diz : eu cansei, não aguento mais, o que eu fiz para merecer isso?
Sem perceber e já em pranto encosta-se a parede e o corpo desliza, logo está a farrapos  jogado ao chão em um canto qualquer .
As lágrimas saem incessantemente de dentro daquele imenso buraco cavado em você – e por você - .
É um sentimento penoso, obscuro e inexplicável, que o faz inculpar outrem como réu, fazendo de si próprio a vitima. O incomodo afeta todo teu corpo, a vestimenta torna-se onerosa, mas não como armadura, pois te faz sofrer causando desassossego na alma, e tudo, tudo o que resta-lhe são as horas vazias do dia que parecem andar para trás.

O teu maior inimigo é o medo, mas qual o fundamento desse desmesurado sentimento, meu caro?

- Ele diz que tua maior dificuldade não é segurar o berreiro,  mas sim  admitir pra si mesmo que esta em pedaços, completa dizendo que o difícil não é ter que ouvir em pensamento suas próprias  lamentações, mas sim passar por cima de si e pedir amparo.

De que adianta culpar outrem por suas dores, por seus fracassos, por seu desequilíbrio e erros, se você não consegue sequer tirar sozinho os joelhos do chão?

Você é responsável por tudo que sente, pensa e faz.
Você escolhe entre ficar bem ou não, e por mais que envolva outras pessoas e ocasiões distintas,  estar e sentir-se bem depende única e exclusivamente de você!
Quantas vezes você tentou levantar-se?
Você ao menos deu uma bela olhada ao teu redor para ver onde estava errando? Ou ao menos olhou para o céu para ver se havia aves ou nuvens em meio a um breve sorriso?


A tempestade que está em tua alma pode se transformar num dia ensolarado estampando uma bela paisagem, mesmo que seja apenas mais um quadro do teu "eu".


Pense nisso.





sábado, 21 de julho de 2012

Borboletas



Em um belo dia você desperta 
E vê que tudo mudou.


Tuas preces foram atendidas

Uma nova chance concedida

A tempestade passou, menina
Seu pranto cessou.
Ele está de volta, de volta para casa. 
Escolhas certeiras
Palavras encaixotadas hoje encaixadas 
Perfeitamente
Em ações.
Uma história continuada
Mesmo depois de tanta pontuação errada. 

Eu só queria dizer 
Que hoje o céu esta sorrindo para nós
Com aquele mesmo brilho 
Do primeiro domingo,
Da primeira vez
Que nossos  olhares se cruzaram. 
Ele está dizendo
Que amanhã permanecerá, 
Ainda que anoiteça, dia será
Dia para nos entregarmos, 
Reinventarmos,
Sorrirmos, 
E fazermos tudo novo de novo
Como se fosse a primeira e a última vez. 

terça-feira, 19 de junho de 2012

Dai você para, pensa e para de novo.

 Tenta escrever qualquer coisa, mas as linhas continuam vazias, nesse momento você que já está no ápice do descontrole, pois não consegue expor nem por para fora o que sente passa a ser agressivo consigo, abarrota a primeira parede que topar de pancada, chuta cadeira e o que tiver em teu caminho até doer, até sangrar, então você cansa, senta, chora por alguns minutos feito uma criança, se martiriza, E PARA... Vê quão tolo está sendo e pensa. O descontrole novamente lhe cai como luva, você “nervosinho” se entrega e vive nesse ciclo mais uma vez... e outra, e outra.

 De que adianta se entregar a essa aflição? De que adianta se entregar a esse sentimento tão horrendo?
Porque deixar passar em vão um dia tão belo como esse?
 E por algo tão pequeno que ficou lá atrás, no ontem, por quê?
 O agora parece não ter valor, por mais raro que seja você o vê de modo tão insignificante.
 Pudera você conseguir entender tuas atitudes tão infantis, pudera mesmo, pois assim não agiria de forma tão destrutiva, não carregaria cicatrizes nas mãos, tão menos se exporia ao ridículo mesmo quando não há ninguém além de você.
Pudera você acordar, olhar para teu reflexo no espelho e se surpreender ao encontrar aquele cara que a tempos não vê, aquele cara descontraído, descolado, aquele cara brincalhão e chato, mas raro.
Eu sei, você também sente falta dele.

 Você anda tão enfastiado que  decidiu mudar o visual e se cuidar um pouco mais, melhorar sua aparência tão abatida, então, veio alguém lhe dizendo que odeia seu desejo pelo novo, se irrita com a sua vontade de querer dar um passo diferente,  e como um balde de agua fria essas palavras caem com o mesmo efeito.

 Cuida-te, querido, levanta essa cabeça, estufa o peito, distribua sorrisos você é lindo tal como é.
 Levanta menino, põe um brilho nos olhos, vai dar um trato nessa barba estranha, vai cortar teu cabelo.
 Estampa um sorriso, desapega-se desse  monstro que criou e te faz tão mal, vá correr no gramado lá fora, pegue aquelas caixas empoeiradas e vá rir um pouco mesmo com tua renite atacada.
 O céu não é teu reflexo e você não precisa ser o dele, não deixe chover “ai” dentro só porque chove lá fora. Deixe o sol nascer de novo, há muita escuridão no teu peito, teus olhos já nem brilham mais, tua voz nem tem tanta firmeza, não se deixe levar por essa maré, querido, levanta dai e vá abrir a porta, é  aquele bom cara que bate lá fora querendo voltar para casa de onde jamais deveria ter saído.

quarta-feira, 21 de março de 2012

Dias e Glórias

Hoje acordei com uma paz que eu poderia afirmar não ser minha, porém sou eu quem sinto então a tenho como posse.
O dia está belo, o céu sorri e todas aquelas coisinhas lindas e aquela paz que eu tanto clamei aos céus me veio como se fosse um mimo. 

"Os dias não tem sido tão bons para mim nos últimos dias e devo meu cordial pedido de desculpas se em algum ponto do tempo fui falha, tenho percorrido por caminhos repletos de batalhas, tiros pro alto, cacos no solo e espinhos por toda parte, felizmente –ou não-  isso não é revelado em minha forma física, tudo ocorre dentro de mim (ainda que seja por motivos externos)  infelizmente em algumas dessas batalhas tive que velar-me, contudo,  em outras batalhas meu peito me serviu de escudo,  minha carne e pele me serviram como armadura e me deram forças para novos dias, mas não se engane com a vestidura nem  com esta caixa que habita minha alma, pois, embaixo dela há... Nem tudo é um mar límpido de aguas claras, nadei em aguas repugnantes e quase me afoguei em rios de sangue, mas atravessei ousadamente mesmo com temores  e ao tocar meus pés no chão e enxugar meu  rosto pude ver um gramado lindo que parecia ser infinito, belo e digno de uma minuciosa apreciação, apenas uma linha separava  o azul do céu do verde da Terra."


Foram lagrimas e sorrisos,  por essa razão devo elevar  minhas mãos e agradecer. 
Agradecer a cada um de vocês que ouviram minhas aflições e que emanaram tanta energia positiva para que eu pudesse me recompor, a todos que  trocaram minhas lagrimas por sorrisos, que mantiveram paciência, agradecer à vocês, pessoas, que entraram em meu caminho e trouxeram um pouco mais de esperança, seja na amizade, no futuro ou na retidão do Homem. Agradeço ainda ao meu Amor, por me cuidar, me auxiliar, por estar ao meu lado e segurar tanta barra, e muito mais por me carregar no colo em determinados momentos, obrigada por conhecer cada fraqueza  de minha alma  e por ajudar-me a conhece-las e supera-las.


Meus caros, o fardo  que carrego me torna falha as vezes, por isso não cobrem tanto de mim, peço-lhes humildemente. 
Por mais ”diferente”  e forte que eu pareça ser ainda permaneço humana, tenho medos e sinto dores,  me estresso e me irrito como outra pessoa qualquer, sou errante, não sou feita de rocha, e..

Ainda que eu não demonstre de forma tão clara, eu sinto.

Ainda que eu pareça não me importar, eu me importo.
Ainda que eu me embarace ao pedir perdão e ele saia quase cru, é verdadeiro.
E se eu disser que eu amo, acredite.
Aos Amigos,
E a Família que eu tanto amo. 






sexta-feira, 9 de março de 2012

Máquina De Escrever




                                                                   ...É o meu coraçã

Máquina De Escrever - Pedro Luis e a parede.



segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

50+ dias

Todos nós nos equivocamos buscando acertar. Eu errei. Por amor.
De fato minha atitude foi hostil aos meus princípios e errônea eu sei, mas não foi planejada apesar de  conhecer todos os riscos e assim mesmo seguir esse caminho.
Admitir o erro é uma virtude, desculpar-se e pedir perdão também, e por mais difícil que seja, aqui estou eu.
Não me julguem, pois, nenhum de vocês tem esse direito, afinal apontar os erros dos outros sem olhar para o próprio umbigo é muito fácil, não é?
Para mim é imensamente gratificando saber que apesar de tudo passei por cima de algo que era praticamente intocável, meu orgulho, porém, agonia-me saber que passei também por cima de algumas das minhas qualidades, estas que estão sendo crucificadas.
Bem, esse post não é um desafogo e esta longe de ser , é apenas mais um para minha coleção de devaneio.  

50+ dias de segredos;
50+ dias de sorrisos na face, entre eles autênticos e não;
50+ dias em que mal conseguia levantar-me da cama, mas, como sempre  digo “visto-me com um sorriso e “guardo embaixo da pele” meus segredos”
50+ dias de noites mal dormidas buscando a paz na companhia angelical de uma criança
50+ dias variando o humor, o estado de espirito, as ações e os pensamentos.
50+ dias me martirizando por minha covardia, por minha crueldade, pela minha falta de amor e paz.  



Ainda há maldade no Homem, por essa razão vivemos nesse mundo onde o mal ainda se sobrepõe ao bem, porém isso não faz de nós “indivíduos malignos” desde que aprendamos o valor do amor e não formulemos um juízo por uma atitude errônea de outrem, afinal, amanhã é sempre um novo dia e você pode estar no lugar do julgado.

Uma atitude pode mudar uma historia. Ter fé no amor também!






Não fale dos pés sujos de outrem se você estiver descalço.

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Reticências

E esse gosto amargo 
na saliva 
que você diz engolir,
você sabe bem o que é!

"Sinto verdades percorrendo o corpo
sentimentos exalando no suor
em uma noite..
Fervente,
quando nossos corpos se encontram,
bailam,
dançam,
lançam energias
em uma guerra finita
em meio a infinitos sentimentos."

sábado, 4 de fevereiro de 2012

No circo dos horrores, o palhaço paga para entrar.

Atenção senhoras e senhores: vai começar o maior espetáculo da terra. O cheque de 500 mil foi exibido e as autoridades já aprovaram, pois é dos cofres públicos e ninguém vai perceber.
Estão chegando "heróis" de todas as partes do Brasil para enfrentar a fúria dos indomados irracionais. E o povo que guardou o salário o ano inteiro já confirmou a participação. São eles: o enfermo do hospital municipal, o pai com meia dúzia de herdeiros , que queriam tomar seu café da manhã decentemente, a funcionária da loja da esquina que come marmita todos os dias, a velhinha que ainda não recebeu a aposentadoria do mês passado, o estudante que mendingou na secretaria a mensalidade do seu curso e o carinha que financiou sua Saveiro em suaves prestações de R$ 600 reais. Mas tudo vale a pena, pois são duas semanas do carnaval rural e todo mundo quer comer poeira
O credor no início até gostou da idéia, seu estoque de couro se esgotou, mas depois ficou preocupado. Pode ser que seus clientes lhe tenha passado o cheque capim, aquele só o burro aceita.
O cowbói Zelão está prestes a cometer um suicídio, pois sua calça apertada o tornou estéril. O vereador Cidão comprou o maior chapéu da cidade para esconder o chifre. A socialite toma seu espumante Peterlongo no camarote e o colunista Val Lanches jura que é francês. Tô bege!
O locutor Léo Casco de Cavalo anuncia que o padre está atrasado. Na verdade ele está na fila comprando o famoso cachorro quente de meio metro de salsicha para o coroinha, pois havia prometido no último domingo depois da missa. A expectativa é grande, todos querem ver a santa e cantar o hino das seis da tarde. O ambulante nas arquibancadas vende os lenços descartáveis.
Prefiro não narrar o fato posterior a isso, pois é muito triste e ninguém quer saber. Afinal, todos querem ver o show do Pitãozinho e Xeraumpó. Muitos sucessos são cantandos em uníssono. O carro-chefe é Fio de Pentelho.
Na fila do banheiro, o flerte, a pegação era intensa. Jura e promessas de amor  feitas sem repúdio. A essas alturas, ninguém era de ninguém.
Balanço final: Congestionamento de 100 km, acidentes a cada 10 minutos, garrafas e latas jogadas na Rodovia. A inadimplência no comércio triplica no mês seguinte e o mais curioso: no mês de março do ano seguinte no hospital da cidade, o número de bebês nascidos bate recorde. Na justiça, várias moças de família correm atrás da pensão.
Passado duas semanas, exatamente após o término do evento, o empresário "Little"Robert House já anuncia as atrações do circo dos horrores do ano que vem. Os palhaços ficam entusiasmados, prontos para protagozinarem mais um espetáculo e ver o cabaré pegar fogo.


Créditos ao inteligentíssimo, Bruno Scaramal
Parabéns pelo texto!

terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Amistad!

E tem gente que ainda anseia regredir a infância!
Confesso que em alguns “pontos” do tempo pensei nisso, mas hoje nem sequer cogito tal ideia, pois percebo quão bom esses 22 anos me foram e cada vez mais enamoro meu envelhecimento. 

Não há nada tão inaudito como olhar para trás num dialogo com um velho amigo e lembrar cada momento maluco que vivemos, olhar para as nossas cicatrizes e perceber quão forte somos e rir, rir de nós mesmos ao defrontar-nos com tantas lembranças boas,  até mais das más depois de tirarmos total proveito, e cá entre nós, convenhamos,  rir de nós ao lembrarmos quão tolos e babacões fomos por um namorico, um não,  uma paixão, por um jogo perdido, enfim, rir de nós mesmos é muito bom. rs

Para chegar onde cheguei precisei ralar muito meus joelhos, precisei ser apunhalada, traída, descabelar e sofrer, pois é, e sofrer. Mas olhe para mim e veja quem me tornei, dê-me uma boa encarada e sim aponte meus defeitos, mas por favor sobreponha minhas qualidades, pois elas me fazem uma pessoa melhor, hoje sou a veemência do meu lar, sou a vitalidade dentro e fora de mim, rejo minha vida como nunca antes, aprendi a dar valor imensurável ao amor e ser firme quando preciso até mesmo comigo. 

No passado vivi o que tinha pra viver e não desejo repetir, o bom é andar sempre para frente, não é?
Nem o curupira que tem os pés virados anda para trás, porque eu devo andar? rs 

Quero o futuro e não o passado, anseio aprendizados novos e não os velhos, quero hoje e amanhã, o ontem passou e me presenteou com o que pode, agora é olhar para frente, se tropeçar não perder a pose, ver além do que os olhos (órgão) conseguem enxergar e estar crente de que nunca estarei sozinha, não importa a situação sempre haverá uma mão amiga a me segurar e me ajudar quando preciso for.
Meu caro, nem sequer em meus pensamentos fico sozinha. Muito menos você. 


Obrigada a todos os meus velhos e novos amigos pelos sorrisos, bons momentos, pela amizade e energia sempre tão positiva.   ♥




terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Devaneio

A algumas horas atras estava num mundo distinto do que habitamos, por mais que as pessoas fossem as mesmas e os lugares iguais a energia que emanava era incontestavelmente pura, não havia maldade alguma e foi essa energia que trouxe para minha existência afetiva hoje. 
Sabe quando você acorda sorrindo sem motivo especifico
Pois é, estou assim, porem tenho motivo e ele tem nome. 
Posso dizer que acordei nostálgica, mas é uma nostalgia maravilhosa, e a razão por eu querer estar acordada invés de voltar pros meus sonhos é que posso encontra-la a qualquer momento principalmente quando a saudade apertar, posso te abraçar e apertar sem medo do que você possa achar, te fazer rir e morrer com as suas palhaçadas, nós podemos. NÓS! 

Hoje estou pisando nas nuvens mesmo sem nenhuma no céu. 

É aquela sensação maravilhosa de que tudo esta sendo preenchido e tomando forma.
O meu coração esta batendo num ritmo tão envolvente que poderia virar melodia. 


Transbordando de mim para ti, transbordando em mim. 


Derrame o dom sobre nós
Abençoe a nossa voz
Céu mudou tá chovendo amor
Gotas de amor
Deixa que o amor caia sobre nós
Deixa que o amor caia sobre nós! ♫

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Pra vida inteira, M. Fortunato ♥





O amor nada mais é, senão  um sentimento dos deuses e dos homens, um sentimento pleno que ocorre independente da forma, de quem, de como ou do que se ama, que surge no recanto mais secreto da alma e alastra de uma forma inacreditável.
O amor é sentimento mais genuíno que a alma sente, nosso primeiro é o amor próprio e a esse nos entregamos inteiramente, sem medo de equivocar-se, de dar falsos passos, de cair, ele rege a vida, é o efeito da sina, é a divindade entre os homens, é a inspiração para dias de gloria.
Ele se mostra de varias formas a todo o tempo e sempre em verdade, seja num gesto, num sorriso ou na lagrima, na discussão, na intensidade de um momento, numa poesia e até mesmo no silencio.
Seria muita pretensão de minha parte dizer o que precisamente é e como acontece, mas posso arriscar-me em dizer que é a "coisa" mais estroina, louca, audaciosa e intensa da vida.
Meu caro, prepare-se porque ele (e já não digo o amor próprio digo por outrem) chega de improviso rs e acredite,  arrebata!

O amor leva tempo, história e é preciso cultiva-lo, acredito fielmente no amor destino, onde duas almas se encontram, se preenchem, se completam, vivem e dividem alegrias e tristezas, mesmo por vezes com prazo de validade. Há muitas formas de amar, e posso afirmar que na vida não acontece 1 só vez.
Comigo aconteceu algumas, e todas elas fui arrebatada violentamente  e amei verdadeiramente, fui fiel ao encontro, leal,  amiga e me entreguei, vivi tudo o que tinha pra viver sem receios, foi amor veemente, verdadeiro, tangível  e cada qual no seu tempo.
 Os relacionamentos se perderam ao longo dos dias/meses, mas o amor, ah o amor nunca acaba ele apenas ganha nova forma por ser tão constante.
Quando digo “eu te amo”, acredite essa é a forma mais cordial e também mais difícil de me expressar, é como se minha alma saísse da caixa que habita e envolvesse a outra pessoa em minhas energias, um abraço de almas.
Não amo da boca pra fora nunca senti deste modo, não amo em partes ou pela metade, mas sim inteiro, amo qualidade por qualidade e ainda mais os defeitos, o sim e até mais o não.!

É, estou sendo audaciosa falando sobre o amor, né?
Mas já que cheguei até aqui, vou abusar um pouco mais, e posso arriscar-me em dizer que o AMOR mesmo sendo indescritível inexplicável e todos os “ins.” que possam existir simplifica-se em amizade.

Ah, e antes que eu me esqueça, pode ser que em algum momento da SUA historia o amor te faça sentir uma dor latente, dor esta e que só quem já sentiu sabe que atinge o coração ORGÃO, mas não desespere-se, haverá um outro que se pudesse tiraria toda a dor e sentiria por ti, esse será seu amigo.

O amor é, ele somente é um sentimento divino, sem amor nada seriamos, ele é apenas sentir, não dá para definir, é indizível e apenas podemos provar quando ele se manifesta, mesmo se tratando de amor próprio.

Se você tem um amigo a quem pode chamar de irmão, sinta-se a pessoa mais felizarda do universo porque você realmente é, esse é o amor mais importante da sua historia e vai sendo escrito sem pressa e fortalecendo a cada novo minuto , é esse amor que estará ao longos dos seus anos te auxiliando, amparando, puxando a corda quando você tiver se desgarrando dos bons, essa é a forma mais especial de amar. Portanto cuide! Esse é o laço entre alma e sangue, céu e terra, o amor de um amigo é tão forte quanto de um irmão, ele estará presente em todos os momentos mesmo que esteja ausente fisicamente e a milhares de milhas de distancia, mesmo que passem meses e anos sem se ver a amizade nunca abalará, pelo contrario continuará intacta, sempre que houver necessidade e até quando não houver, a ele você pode recorrer, quem tem um amigo pra chamar de "meu melhor" sabe bem do que estou falando, mas cuidado para não se enganar colegas não são amigos, como disse a amizade leva anos e vai sendo construída pouco a pouco, momento a momento, historia a historia, não se chama de amigo alguém que você desabafou na noite passada num bar qualquer.
O seu AMIGO nem sempre lhe dirá sim, esse mesmo amigo vai puxar muito tua orelha, não espere que ele seja sensível e compassivo ao tratar assuntos que te fragiliza, não se você estiver errado. Amigo traz a realidade, a verdade escancarada mesmo que isso por hora venha a te causar uma aflição imensa, mas pode apostar que esse mesmo amigo fará tudo para vê-lo sorrir logo em seguida, amigo não pede ele simplesmente faz, ele se doa e não espera nada em troca senão que a amizade eternize na historia. Amigo não pensa muito, ele age e mesmo que hora ou outra te machuque pode apostar que esse amor é incondicional e nunca, sob circunstância alguma dirá adeus.


Nunca deixe de amar nem  se prive, mesmo que esteja só, acredite! Ele move o mundo, tenha fé, o amor desata nós, desfaz amarras, é o caminho para a liberdade!
Ah, e não se esqueça, nem amor, nem amigos se encontram em doses de bar.


Desejo!
Que você tenha a quem amar
E quando estiver bem cansado
Ainda, exista amor
Pra recomeçar..  ♫