quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Dez-encontro!



“... houve ânsia de apunhalar a espera mas conteve-se no incontrolável.”

Por algum tempo estavam elas distantes do mundo interno e particular, amantes do vento sem rumo, que por ironia cruzou seus passos, o tempo chegou junto ao tardar e como outrora optaram por seguir caminhos desiguais.
Frente a frente seus olhares se esbarram e dizem o que seus lábios hesitam, são ganhas e perdas na mesma freqüência. Um dia foram elas duas meninas.  De fato há afeto que transcende a anos, e vidas quiçá. Há afeto, elas sabem e reconhecem sua existência, um nó permanente as une, tão a sós. Duas mulheres em momentos amantes, frente a um inoportuno desencontro e agora a vida lhes ensinando o valor dos escassos encontros que permite. Uma chora, como outrora alguém chorou, sente as lagrimas que outrora alguém sentiu, essa é a perda e o ganho que se mostra ao fim de uma deslumbrante possibilidade.  Foram sensatas cada uma em seu tempo, cúmplices e fiéis ao que suas almas transpareciam e exigiam... Vestem-se puramente de desejos que em segredo sentem, tornando-as assim nuas aos olhos de todos. Seus olhos não escondem o sentimento particular que se instala em suas almas, mas suas palavras infiéis aos sentimentos tentam enganá-las.  A verdadeira face do amor é essa, entre desencontros e encontros a tristeza se faz presente, acreditem ela é essencial, alegria contínua lhes afastaria da felicidade plena, esta que é ‘só’ e não multidão, é silêncio e paz e não exaltação da alegria. Tão somente é. A raridade não pretensiosa lhes promete uma nova chance de encontro futuramente, e quando lhes perguntarem: vocês estão felizes? Logo,  uma subliminar mensagem nascerá entres olhares e nenhuma palavra será proferida, estará claro que elas deixaram de ESTAR para SEREM, serem plenamente felizes.

A descontinuidade do amor subentendido que existe é feita de tempo, e apenas uma delas sabe que... 

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Voz para o MUNDO.

Após uma discussão pus-me a pensar...


Hoje a tecnologia está altamente avançada em vista de 10 anos atrás, concordam? E a cada dia progride demasiadamente, as ‘facilidades’ se multiplicam, as máquinas roubam todos os dias lugares de pessoas em pequenas e grandes empresas.  É lamentável, dói os meus olhos ver a situação que O MUNDO se encontra, não pelo fato da tecnologia em si estar célere, mas sim por estar tomando lugares de pessoas, de vidas propriamente ditas não somente em empresas ou distintos do trabalho, mas sim no sentido literal, já que hoje não é preciso sair de casa pra mais nada, que vida é essa que estamos vivendo, que vida é essa? Vizinhos se falam sem ter que sair de dentro de suas respectivas casas comunicam-se por internet, clientes/pessoas compram, investem, recebem tudo em sua porta através de um pedido/um feito on-line, as brincadeiras de rua aquelas que os pés se sujavam e tocavam o chão foram extintas, cadê as crianças com pipas, bonecas, peões, bolinhas de gude e bolas? Cadê as crianças correndo pela rua, caindo, ralando, brincando, sorrindo e até mesmo rolando em briguinhas? Você sabe onde estão? Eu sei! Essas encontram-se confinadas dentro de suas casas hipnotizadas pela tv/pc/jogos eletrônicos, e seus pais seguem o mesmo caminho, apenas em cômodos diferentes.  Enquanto a tecnologia avança e cresce, a inteligência da humanidade fica para trás e não é desenvolvida (e se possuem inteligência o pouco que resta regride para ignorância), assim deixando cada vez mais apaixonados, viciados e dedicados as futilidades, esquecendo de se envolver a fundo com o conhecimento. Todos os ignorantes, que habitam hoje esse planeta chamado terra esta inconscientemente sendo comandado e dominado pelos poderosos cujo qual os denomino também por ‘pink e cérebro’ - com certeza vocês assistiram esse desenho animado quando mais novos, então sabem exatamente do que estou falando – a diferença entre o desenho ‘pink e cérebro’ e a realidade é que no desenho animado o plano NUNCA dava certo e nos rendia algumas risadas, ao contrario da realidade que... É exatamente isso que eles querem, que o percentual de pessoas ignorantes cresça demasiado, (e já esta acontecendo a alguns anos) para assim fazer do nosso mundo um brinquedo ‘manual’ que os ‘pink’s e cerebro’s possam chamar de ‘meu’.


Encantoando-me:


Comparando o HOJE com as décadas passadas, sendo precisa a que nossos tios/pais nasceram década de 40/50.  Os ‘mais antigos’ dizem : Você jovem tem diversas oportunidades em mãos, está tudo ao alcance, só não consegue um diploma quem não quer, ignoram o aprendizado, desperdiçam o saber com futilidades e blablablá – até certo ponto concordo plenamente, aliás concordo com a mensagem subliminar que a frase dispõe, já que falar abertamente hoje, nos coloca em certo risco - Pergunto eu, por que raios vou querer um pedaço de papel HOJE, se esse não vier junto a muito, muito, muito aprendizado, instrução e conhecimento? Hoje para conseguir o diploma de ensino médio não é preciso nem estar presente na escola, passasse de ano DORMINDO. Por quê? Porque é exatamente isso que ‘eles’ querem, querem formar pessoas ignorantes nesse curso extensivo e coloca-las nas ruas para ser fácil domina-las, enquanto esses tolos os aplaudem com um sorriso na face, um trabalho medíocre ou recebendo uma mearia sem sair de casa, aplaudindo somente por terem sido instruídos a bater palmas. Anos atrás era difícil conseguir um diploma, alias tudo naquela época era escasso, não era apenas um pedaço de papel, era algo MUITO valioso, era a única certeza do resto de suas vidas, como se fosse uma jóia rara, e era assim desde o ensino fundamental - onde eram castigados severamente por seus professores -, ao ensino médio e ainda mais difícil o ensino superior, mas como todo sacrifício tem sua recompensa, valia a pena cada segundo e castigo que lhe outorgavam. Diploma era a certeza de um bom emprego. Olhando com os olhos do mundo hoje as pessoas daquela época eram espantosamente inteligentes, sabiam o que queriam e lutavam se vissem algo errado, me fala quem de vocês conhecem uma pessoa que tenha se formado no ensino superior e não tenha exercido a profissão? Alias, dessas pessoas vocês conhecem alguém ignorante? Eu mesma não conheço ninguém, TODOS, DIGO TODOS QUE QUISERAM SER *TAL PROFISSIONAL* CONSEGUIRAM E EXERCERAM/EXERCE ATÉ HOJE A PROFISSÃO. Não existia domínio algum sobre essas pessoas, elas buscavam, lutavam, adquiriam conhecimento todos os dias.. Porque você acha que existia tantas revoluções? Ninguém os dominavam, só conseguiam ‘para-los e cala-los’ com prisão, torturas ou com a morte, esse é o motivo de tantos revolucionários terem sido cruelmente assassinados. E hoje? Quantas revoluções são feitas? As pessoas não lutam nem por si mesmas, aceitam tudo de boca fechada e olhos vendados - por si mesmas - e tudo isso por BURRICE, porque se prendem a tecnologia, se trancam nesse mundinho onde se é feita lavagem cerebral, seja pelo lixo dos televisores, computadores, internet ou qualquer outra coisa que prenda a atenção, PESSOAS, está na hora de acordarem para a VIDA, o tempo está acabando, vocês estão sendo feito de bonecos, bonecos de fantoche, fazendo parte de um espetáculo que vem sido pensado e planejado a muitos anos, acordem, tirem a venda, abram os olhos... ESTUDEM, ES-TU-DEM. Vocês gastam todo o tempo que lhe sobram com futilidades, e isso não os levará a lugar algum, os dias possuem 24 horas tirando afazeres, higiene, sono, alimentação, sobram algumas varias horas, tire uma que seja e invista esse tempo na instrução, no conhecimento, desligue as televisões isso tudo é lavagem cerebral, desligue seus monitores, deixe os controles de lado, pegue um bom livro, assista documentários, envolva-se com a política ela não é tão chata quanto imaginam e nem é o que domina o mundo, ESTUDEM, ou o mundo terá um final trágico onde os fracos e ignorantes serão dominados e os instruídos serão extintos, é um mundo dominado que vocês querem ver amanhã? CUIDADO COM O QUE DESEJAM, ESTUDEM, CUIDADO COM O QUE IRÃO DESEJAR, BUSQUE CONHECIMENTO, PREZE, SEJA A DIFERENÇA essa que está nas suas mãos, vocês querem ver seus filhos e netos fazendo parte dum sistema onde vozes não serão ouvidas e se insistirem serão caladas? Onde os passos serão monitorados, e desligados quando os poderosos quiserem? Faça a mudança, desapeguem-se, INSTRUAM-SE, SEJA SABIO E NÃO MAIS UM FANTOCHE.






Reflita!

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

O segredo é... Sorria!


Chega de melancolia, de drama, de estar do avesso, de versos cantados sem melodia pela metade, não tenha medo mostre quem você é, tente, arrisque, viva, sorria mesmo que nada esteja bom, sorria! Ninguém lhe disse que não sentiria dor enquanto caminhava, não apresse teus passos, em momentos tristes ou não, sorria! A vida é uma escada sem fim enquanto respira, infinitos degraus para subir e em alguns casos descer, haverá tropeços, quedas e joelhos ralados algumas vezes e nesses momentos terá que mostrar em verdade sua força, levanta-se, sacode a poeira e continue. Não viva em utopias tão menos em lágrimas, sorria! Doe sorrisos! A vida é busca, é tentativa. Ame também, o amor atrai sorrisos, ame mais do que você se permite. Não desista! O sorriso encanta, ampara, revitaliza, trás cor, como aquele vai e vem eterno que já mencionei, como a fabula da roda gigante, você se lembra? Sorria! O sorriso pode te levar aos céus, faça sol ou chuva, tempo quente ou frio, sorria, refresque-se, quebre o gelo, sorrir também liberta!  Sorria e mantenha os olhos abertos, não os feche para o mundo, não coloque a sujeira debaixo do tapete com um sorrisinho falso, seja a verdade a sua verdade, faça sua parte você é capaz. Já lhe disseram que o sorriso desarma guerras? Já lhe disseram que o sorriso atrai positividade? Não se feche nem se de distancie dos defeitos alheios, conheça, entenda, compreenda e sorria! Aceite as pessoas da forma que são, aceite a vida assim como é. As janelas e as portas estão abertas, e você se sentindo em um pote fechado porque? O sorriso é alegria, é divindade, é uma das maravilhas de viver, mesmo que sem motivos pode melhorar todo o dia portanto... Sonhe, não corra... Busque, acredite se preciso for estique os braços e pernas.. Espere, a paciencia é um dom, chore, grite, lute, perca e ganhe, faça, seja, caia, levante, ame, aprenda, ensine, sinta, fale, ouça e SORRIA, mesmo quando lhe faltar dentes na boca, SORRIA!


quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Uma vida e dois m's

Não há nada semelhante em nenhum dos extremos, dentro e fora, e ainda que houvesse seria um mundo e outro mundo. Nada além de nada para ser mencionado, no segundo anterior ou agora que já é outrora. Sem inspiração, sem pudor. Palavras tortas em linhas rentes, indecifráveis, uma linguagem própria sem tradução. Passou o momento em que me vi e a vi ali, noite, o chão era cinza, havia algumas pedras, havia também uma luz que ao invés de alumiar a frente alumiava o céu. Segundos passaram, coração impetuoso, não havia nenhuma lagrima nem sequer uma gota de sangue, havia receio no olhar, contudo a segurança se manifestava em cada palavra que soava daquela boca de lábios tão avermelhados. Seria fácil ludibriar, manipulando os passos de quem ainda não aprendeu a andar sozinho, os segundos transformavam-se em minutos, minutos convertiam-se em horas, essas que foram vivência, vivência que é vida preciosa, pode não haver motivos, como o motivo pode não ter explicação para tamanha proteção, passou. Agora nada mais que nove que também ficaram para trás, sem nada diferente para narrar a sala tem paredes brancas mas é escura, o clarão ofusca a visão... alguns pensamentos ruins outros bons e vice-versa, idéias e mãos vazias.
O era uma vez não chegou ao fim, porém, outrora era uma mulher bem menina que queria se limitar ao dizer... Hoje aquela menina deu origem a uma Mulher, em silêncio.



sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Caráter do que é insano

Muito embora haja tantas semelhanças e afinidades , muito embora haja também o silêncio que se faz um, fostes enganadas. Ainda que todas as nuvens caíssem sobre a terra seca, rachada e impura,  ainda, que não sobrasse nenhuma flor no imenso jardim da vida, ainda, ainda assim seriam duas.
Uma que faz de sua vida uma enorme roda gigante, outra, outra que não se sabe. Duas completamente distintas mas afins, duas que se completam, uma que se limita.  Tão somente, duas.
Cá dentro caos total e fora caos ainda pior, lágrimas escorrem pela face dos flagelos feito rio de almas insanas.
Elas e eles, sempre com as mesmas caras, fazem juras, sem saber que de  nada valem suas palavras sem experiências, sem mudanças, acabando com suas carcaças em drogas, bebidas, em atitudes mal pensadas e elas? somente Elas!
A tempestade se faz silêncio em meio a tanta sonoridade e desastres, sem nenhuma palavra. Uma é quente feito fogo e a outra é tão fria quanto a neve. É. Ainda que despisse a jovem alma que se resguarda mas não envelhece junto aquela caixa esquizofrênica chamada corpo, seria inepto. Muito tempo lhe sobra para nada, pouco tempo lhe falta para viver,  se perdendo todos os dias na própria imagem e aparência.  Se perdendo. De que adianta dizer que... se seus ouvidos escutam mas sua alma não compreende?



sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Idéias se formam, não mudam.


Nunca fui uma fanática religiosa, tão menos uma freqüentante, no máximo uma praticante de ALGUNS dos 10 mandamentos interpostos pela religião afinal quando criança convivi com católicos cristãos e era OBRIGADA a ir a igreja e seguir ao pé da letra o que a religião dizia, porém ao longo dos meus anos fui criando questionamentos no qual não obtinha respostas e me afastando das entidades passei a dar meus passos sozinha, conheci muitas doutrinas e as estudei, HOJE obtive certas respostas que fazem total sentido, quando me deparo a um fanático religioso e exponho meu conhecimento sou "crucificada"  logo na primeira frase e isso chega soar ironicamente, da mesma forma quando me deparava com um fanático ateu, pelo fato de  defender algo que me deixava dividida entre o sim e o não,  por esse motivo já entrei em algumas contradições e travei guerras comigo mesma. Quando se estuda demais sobre determinados assuntos duvidas são freqüentes até que respostas venham a tona e uma idéia fixa se forme ou a verdade absoluta se sobreponha, acredito em amor e não no pecado e isso sempre preguei, o pecado nada mais é do que um controle que a religião e suas entidades criaram para manter seus devotos na "rédea", acredito na verdade e não na bíblia como dizia Nietzsche  "Para ler o Novo Testamento é conveniente calçar luvas. Diante de tanta sujeira, tal atitude é necessária”  hoje após estudos, leituras e discussões tenho convicção que acreditar nessa estória que conta a bíblia é o mesmo que acreditar em coelhinho da páscoa,  seria Jesus Cristo uma estória? É, a verdade é que é quase um conto de fadas, no qual foi ESCRITO em vários lugares do mundo, sendo distintas apenas por datas, lugares e nomes com o mesmo contexto e desfecho.

Você que esta fazendo essa leitura
*Acredita em você?
*Céu e inferno?
*Dogma é prisão, logo, você se vê livre?
*Você ama teu próximo como ama a si mesmo?


ps: cheguei a conclusão de que a INFELICIDADE sim é momentânea e não a felicidade.
pps: a felicidade nasce em nós, vai de nós vive-la ou não.


Quanto mais nos elevamos, menores parecemos aos olhos daqueles que não sabem voar.
Friedrich Nietzsche.

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Paz-ado.

Reconheço... Tudo o que o coração ousou sentir e todas as verdades que obstina trazer, lastimando infelizes, em uma noite de sono se arrasta torpe como outrora no negrume onde só o fez afligir-se, sente-se novamente, subsiste no que... Existiu, viveu, aconteceu e caminha contíguo a todo lugar, é mestre, instrutor, ensinamento, é sábio e agora passou, não que o coração continue em fragmentos, o refizeram, juntaram todos os cacos mas não é o mesmo, feito tatuagens esverdeadas em pele envelhecida o passado é feito. Ele apenas é. Livros, fotos e cartas velhas na cama, xícaras e cotovelos sobre a mesa, discos empoeirados e empilhados em um canto qualquer da sala vazia, do lado de fora de "mim" vejo vidas passando, o tempo é escasso sendo o agora nada mais. Ironia do destino que trouxe pessoas para dizer que por tudo o que fiz irei pagar, sem importância para importar, a musica que toca em mim deixou de ser eu sem ritmo e passou a ser... Agora, agora que já ficou para trás junto as crenças agarrei-me as descrenças, sigo, verdades enterrei, histórias mal contei, contos nem soaram aos ouvidos e eu que já nem sou eu acordei.

Flores, céu e sorrisos.  Bilhetes, encanto e alguém. Abraços, lembranças e arrepios. Outrora, hoje e agora. Despertaram-me do sonho ruim que já nem lembro mais.