sexta-feira, 27 de agosto de 2010

PS: Permita-Se


Se lhe disserem adeus não importa o quão aquele alguém significa, deixe-o partir, a vida é um eterno vai e vem, somos humanos e individualistas, oscilamos, temos desejos, sonhos, planos, vontades e isso ninguém pode nos usurpar, o destino é certo mesmo que para nós seja um enigma, o martírio virá em pranto eu sei, tudo o que fez julgará ter sido insignificante mas não, foi vivencia, o vazio dominará sua alma mesmo possuindo tudo dirá que não tens nada o que é equívoco da sua parte, na sua fraqueza descobrirá quão forte é, permita-se existe algo divino dentro de si, faça o que sentir sem medo de errar, afinal somos todos errôneos, equilibre ‘sentir e razão’ não obrigue ninguém a ficar por capricho teu, o amor é libertador e quando compreender essa verdade sua vida passará a ser totalmente vivificada.
Você pode perder todo o sentido por alguns dias ante os fatos, mas a dor passa como tudo na vida, não deixe de buscar o novo, procure significados e tire proveito, tudo o que acontece ao teu redor tem um motivo mesmo que dure um segundo, a vida é inquietude, é noites em claro buscando respostas para incógnitas, é aflição e desassossego, mas acredite é muito mais sorrisos, cordialidade, benevolência, júbilo, contentamento é AMOR e isso atina-se em você, tire o véu ilusório que te cega, você é inteiramente aquilo que pensa.
Viver é uma incansável busca pelo novo e pelo desconhecido onde se preocupa, se desvaira, se compungida, cai, levanta mas se é FELIZ. Viva, apenas viva. Busque interiormente a felicidade, permita-se, sorria o sorriso atrai energias boas. Não faça planos com base em outro alguém seja a sua base, não procrastine seus sonhos e objetivos por outro alguém, trabalhe, lute, conquiste, não deixe que nada o impeça de ser feliz.
Se te deixaram agradeça (se lhe disserem adeus não importa o quão aquele alguém significa, deixe-o partir, a vida é um eterno vai e vem..) mesmo que seu mundo desabe e teu coração fique em pedaços, agradeça, você nunca estará sozinho, amanhã é um novo dia, ame e ame-se, caminhos novos irão se abrir.

Lembre-se o amor liberta.
O AMOR É LIBERTADOR.

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

História&Estória


Hoje pela manhã uma colega de trabalho relatou que ao acordar encontrou um bilhete sobre a mesa feito por um de seus enteados e nele dizia: quero um brinquedo que custa R$ 30 e não quero saber de vocês dois contando "história" para não comprar, achei engraçado o contexto, enfim, ela questionou se o correto era "estória", bom podemos ver por dois lados, se ele se refere a desculpas por 'não ter o dinheiro' (seria estória caso a mesma tivesse) ou simplesmente dizer que não irá comprar porque pagará uma conta (exemplo), sendo concisa como não houve resposta da parte dela continuei com minha síntese de que história é verdade e estória é fictício mas insatisfeita refleti, refleti por algumas horas e cheguei a incontestável conclusão de que história pode também ser uma estória, não existe história inteiramente verdadeira quando relatada, a ficção está associada a realidade, logo, percebemos que muitas coisas que vivenciamos são inenarráveis...
"Numa tarde de terça-feira um dia bonito de céu azul após almoçar, fui encontrar minha namorada numa praça próxima ao colégio onde estuda, alguns minutos depois lá estávamos somente nós duas, escolhemos um banco que por sua vez encontra-se debaixo de uma enorme árvore, ela sentou-se e deitei-me em seu colo entre palavras e sorrisos brincávamos e vivíamos momentos felizes, eu ali deitada vendo o céu entre os galhos e folhas da árvore que acredito ser a maior, conseguia ver algumas nuvens de passagem, por alguns minutos entre olhares e pensamentos o silêncio nos domava, aquelas mãos acariciando minha face era como duas plumas, aqueles olhos brilhando fez de mim prisioneira com tamanho encanto transpareciam todas as verdades de sua alma, seu colo tão envolvente acalentava-me em calmaria, sua boca, seus beijos eram como morada dum pássaro onde minha boca-passaro pousava sem pressa e se aconchegava, o sorriso, ah, o sorriso foi a recompensa mais desejada que poderia ter ganho naquele dia, foi a forma mais sincera e pura no qual a felicidade se mostrou, os minutos passavam célere até pensei em trocar os ponteiros de lugar na tentativa de continuar em sua companhia, um minuto longe é demais logo, a saudade tormenta, uma hora ao seu lado foi tempo suficiente para revitalizar a alma que ocupa essa carcaça que envelhece a cada minuto, ao seu lado pude bailar dentro de mim, fui ao paraíso dezenas de vezes e voltei no mesmo instante... Nenhuma declaração diria tudo o que ousei sentir."
A história nada mais é senão 'estar vivo', não exprimimos em palavras toda a verdade que vivemos, tudo que os olhos vêem ou o que tocamos, os sabores e os aromas que sentimos... A história é a vida em movimento é uma página em branco sendo totalmente escrita por cada milésimo de segundo de vivência, é entendimento, gratidão, progresso é amor e respeito, conhecimento, sabedoria e torno dizer é inarrável, estamos acostumados com desfechos felizes em estórias como Cinderela, A bela adormecida porém são apenas contos que nunca existiram, diferentes de algumas histórias que chegam ser lamentáveis e trágicas, mas, tudo tem suas exceções e quem é que disse que uma história não pode ter também um final feliz?


segunda-feira, 23 de agosto de 2010

O tempo não para






Dormir no telhado; acordar sem saber onde, como e porque; ver o pôr do sol, o sol da meia noite e o nascer do sol; quebrar o despertador com um golpe; pedir aumento e ser aceito; ser chefe e dona de algum negócio; ser faixa preta em Kung-Fu; tocar violão pra ela; publicar um livro e chama-lo de 'meu'; gravar uma música; perdoar e esquecer de verdade; fazer um campeonato de risos; dirigir um caminhão; surfar num trem; por dread; raspar a cabeça e fazer um desenho engraçado; fazer tatuagens; mochilão para conhecer inteiramente o Brasil ; pagar uma bebida para todo o bar na minha despedida; estar dentro de uma pirâmide egípcia; falar espanhol fluente; me mudar pra lá e leva-la comigo; ser dj; ser dançarina; comprar uma câmera profissional; e voltar definitivamente após umas 2 décadas; ser madrinha de um orfanato; escalar uma montanha; andar de snowboard; ter um long; velejar; viajar na cabine do avião; abraçar uma árvore; plantar e colher; piquenique na chuva; guerra de comida estilo filme americano; lutar na lama; correr na são silvestre; conhecer uma zona de guerra; acampar durante uma semana; tomar banho de mangueira com sobrinhos; construir a minha família; conhecer as raízes da áfrica; ser reconhecida; pegar minha mãe no colo; ir a um cinema drive-in em um carro conversível; me sentir imortal por um momento; dar nomes as minhas estrelas preferidas; ver o começo do arco-íris; doar mais do que posso; deitar na grama e brincar de dar forma as nuvens; salvar vidas; ajudar num parto; doar órgãos; adotar uma criança; ter um cavalo; um cachorro; um papagaio filosofo; subir num elefante; realizar TODOS os meus sonhos; estabilidade; conforto; boa memória; resolver um sudoku difícil; montar um quebra cabeça gigante; ajudar muita gente; aumentar essa lista; ao final doar tudo o que conquistei e desencarnar em paz.





quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Um lado da vida

Era uma vez um senhor de aproximadamente 65 anos feliz e saudável, um belo dia começou a passar mal, fez uma bateria de exames e foi constatado 'câncer maligno' que por sua vez havia proliferado por todo o estômago , foram feitos tratamentos e mais tratamentos sem êxito, não havendo alternativa decidiram opera-lo, após a cirurgia o médico convocou a família e em sua verdade absoluta disse: UM MÊS, um mês DE VIDA é tudo o que ele tem! Para 'qualquer' pessoa esse momento seria o fim e talvez nem chegasse aos 30 dias, mas para aquele homem, não, ele não deixou se abalar, foi mais forte que a própria doença e não permitiu ser dominado mesmo após ver seus irmãos morrerem por essa doença de predisposição genética, aquele homem que tinha apenas 1 mês de vida, vive a quase 10 anos. Hoje com aproximadamente 73 anos de idade descobriu que sua bexiga se fez morada a um outro câncer maligno, e acredite ESSE HOMEM mais uma vez não deixou se abalar e ao contrário de muitos que se entregam à doença no primeiro momento, ESSE, luta com todas as suas forças para estar VIVO, posso dizer que ele é UM GRANDE HOMEM e quando desencarnar ao menos para mim será um marco na história, mesmo que seja somente na minha história, logo, eu o conheço tão bem quanto ele me conhece, meu Avô.

Carrego comigo orgulho imenso mesmo vivenciando todas as suas falhas e erros, é nessa coragem e nesse otimismo que me espelho.
Pouquíssimas pessoas como esse homem encaram as coisas pelo lado positivo por pior que seja, como disse há excessões e essa minoria faz parte de um conjunto que esperam sempre por um desfecho favorável mesmo numa situação delicada. Bato palmas de pé para essas pessoas que entram numa guerra e luta até o fim pró a vida! O pessimismo passa longe, a vontade de viver é tão grande que os faz esquecer temores, preenchendo os espaços vazios de alegria vinculando-se a auto estima, ao seu bem-estar, como conseqüência reintegra a saúde mental que por si restaura a física.Esse homem VIVE e dá tamanha importância a cada minuto que comove qualquer um, ao 73 anos, 1,72m, 49kilos vive esbanjando sorrisos, brincadeiras, boas ações, vive o momento presente de uma forma intensa que por vezes parece ser uma criança descobrindo a vida. Orgulho-me por parte de mim ser 'você'. Obrigada!




O otimismo é a fé em ação. Nada se pode levar a efeito sem otimismo.
Helen Keller






quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Série : Mania de pensar inutilmente falando. "Uma quase teoria"






Cheguei a conclusão de que o ‘’quase’’ nada mais é que um NÃO disfarçado de uma oportunidade que se deixou passar, contudo, possui dois extremos, podemos chamá-los de:

Lado A= bom+(sorte) =+1
consideramos como A o quase positivo

Lado B=ruim+(azar)=-1
consideramos como B o quase negativo

C=0

Vamos para um problema:

A) Por vezes Maria, se pega em ‘quase’, este que faz parte do seu dia-a-dia, hoje Maria quase colidiu com um carro a caminho do trabalho, e quase enlouqueceu pela manhã com tantos problemas o que no final do dia acarretou uma terrível enxaqueca.
Sendo assim:
fato 1: Maria quase colidiu com um carro = A= bom+(sorte) = +1

fato 2: quase enlouqueceu pela manhã com tantos problemas (quase mas não enlouqueceu)
A= bom+(sorte) = +1

fato 3: enxaqueca = B=ruim+(azar) = -1
Vamos para solução:

A= bom+(sorte) ≤ B=ruim+(azar)

Obs: Percebemos que Maria não colidiu com o carro sendo assim teve sorte (+1), quase enlouqueceu mas não enlouqueceu (+1), teve uma dor de cabeça terrível ao final do dia (-1), sendo assim:

A=1+1=2
B=-1
X=?

X=2-1
X=1

Pronto, encontramos a resposta, ao final do dia Maria teve resultado positivo, afinal sua dor de cabeça amanhã terá desaparecido, porém se tivesse sofrido acidente com certeza teria sido pior. Esta bem, isso tudo foi uma brincadeira para mostrar que o 'quase' é o mesmo que 'não'. Fato. Portanto não se iludam com um 'QUASE alguma coisa', na equação acima como viram o resultado foi positivo, espero que tenham sorte. Quem quase passou no vestibular, concurso e etc... Não passou porém nunca é tarde para tentar. Quem quase amou não amou, espero que ame um dia afinal o melhor da vida é amar. Quem quase ganhou uma partida de poker não ganhou e insiste em tentar, aconselho a parar antes mesmo que torne um vicio e passe a perder o que tem. Aquela calça quase lhe serviu, mas não serviu, emagreça colega . Aquele salto quase a derrubou, aprenda a andar, equilibre-se e faça bonito.

E quando eu disse que um dia você quase me perdeu...

domingo, 8 de agosto de 2010

Indignação.


É difícil dizer quão dolorosa é a traição, logo, é um golpe sem arma que te pega quando desprotegido. Isso me repeli me deixa em profundo estado de indignação, não consigo assimilar determinadas falhas na identidade do ser humano, se é que esse pode ser chamado assim. Não consigo aceitar quão baixo e frio ALGUÉM pode ser ao fazer outra pessoa se desabar em lágrimas e dor. Por que tocar o sentimento do outro se não tem intenção de proporcionar o mesmo? É tão gratificante ver um sorriso agradecendo pelos bons momentos. Por que insistir em ser falho, quando o perdão e a oportunidade de mudança está em mãos?
Quando me refiro a traição não digo por uma transa, por um beijo, mas sim todo o conjunto, desde os desejos à realização, palavras doem muito mais que um toque, e a dor que marca a pessoa traída é uma cicatriz que marca toda uma vida, a torna frágil e deprimida, é como se alguém pegasse tudo de melhor que você doou, situasse numa ampla bandeja de desilusão e cessasse fogo, enquanto as chamas cortam a alma de quem sofre o outro sorri. O pior é que o covarde desumano não carrega a farda de culpa, pelo contrário entrega com um belo laço vermelho, e adivinha?! No desfecho da história o traidor sai como se SUA confiança tivesse sido traída por não ter opções, já que chegar ao término sem dor optando por serem amigos era algo insustentável. Engraçado? Não, não é!
Eu não consigo entender essa falha no caráter, a incapacidade de honrar com compromisso que esse por si próprio resolveu assumir, será que não vê quão doloroso são todas as mentiras que por vezes o coração tolo do 'amante' insiste em acreditar, será que quem trai não percebe que o problema esta nele, logo, é ele que está insatisfeito consigo, brincar com os sentimentos que seja dum animal é encher um cartucho e descarregar numa roda de roleta russa. Esse que eu já não sei como chama-lo é descontrolado, mente a todo momento e se satisfaz com suas mentiras, seu fim é inevitável, lamento dizer seu fim e é ser inteiramente INFELIZ. Não que eu o deseje. Sem mais.

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

MinhaVida&MeusPraSempre


Entre acontecimentos, momentos, lembranças, alegrias cheguei a incontestável conclusão de que o pra sempre existe mesmo que por tempo limitado, porém, como dizia Cássia Eller em uma de suas musicas ‘O pra sempre, sempre acaba’ pois é caro leitor, as vezes por impulso acabamos nos envolvendo e acreditando que o que não passa de uma mera ilusão seja duradoura o suficiente para se tornar inacabável, e quando temos em determinados momentos convicção de que o pra sempre será eterno o ‘mundo cai’ sobre nós, sustentando assim uma amarga lembrança da felicidade falsa que acreditávamos que fosse durar até o fim de nossas vidas, esquecendo principalmente que toda felicidade é momentânea, e dentro dos nossos corações sobejo a reminiscência de mais uma utopia.
Porém estou aqui para citar algumas pessoas que fizeram parte (um dia) de um dos meus ‘pra sempre’, o intuito deste na verdade é tornar a lembrança viva, logo, meus anos chegam e consequentemente a perda de memória (lembranças), através deste encontrei o modo de manter pessoas VIVAS em mim, afinal lembra-las me fará viver novamente momentos que preservo não esquecer.

Yolanda Cicoti, Mayna Fortunato, Marcela Curti, Eduardo Moraes, Paula Pastori, Thamara Simas, Nathalia Baltieri, Daniela e Gabriela Câmara, Ivandro Junior, Renata Carneiro, Denis Hacik, Thiago Pisele, Joice Deodato, Keicy Gambero, Maria. C. Celestino, Bruna Domingues, Flávia e Leonardo Dias, Natalia Rosalen, Ketilim e Frederick Michelin, Juliana Rodrigues, Leandro Pedroso, Nathalia Scotton, Isabela Picconi, Talita Garcia, Vanessa e Alan Gomes, Patrick e Ellen Ferreira, Rosana Cavalaro, Fernanda Daniel, Patricia Maximo e Bruno Tavares, cada um foi especial em seu único momento, sendo assim ordem não altera sentimento.

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Crise existencial



Crise, perigo e oportunidade.
Pode ser equivoco o que meu reflexo tem revelado, talvez seja a monotonia vivendo na mesmice a alguns anos, ou simplesmente, pelo fato de alguns desentendimentos no final de semana, quem sabe pelo sorriso que foi tirado daquela face com apenas uma palavra, ou pela terrível dor de cabeça causada pelo álcool acarretando a ressaca moral, não sei. Seja qual for o motivo me fez perceber que as coisas não estão boas, na verdade não estou satisfeita com a maneira que venho vivendo, preciso de mudanças, preciso urgentemente despertar pra vida já que o modo como tenho vivido passou a afetar negativamente o meu crescimento e desenvolvimento, as coisas estão claras e vejo que chegou a hora, seria muito fácil jogar tudo para o alto e começar do zero, mas começar o que exatamente? Talvez seja o melhor caminho, ou não, já que tudo é tão incerto. O fato é que não sei por onde começar e não quero ser cegada pela utopia dum caminho perfeito criado unicamente para mim. Quero seguir por onde a vida me levar, mas que seu itinerário seja o progresso. Tenho observado pessoas especiais transformando-se em máquinas permitindo cair em rotina, acomodadas com a situação a que vive, vida pequena e limitada, pessoas não são máquinas e não devem aceitar tudo, não sou máquina, sou forte até com minhas fraquezas e quero progredir, estou deixando de ser tão altruísta, logo só tenho pensado em mim. E que seja o que tiver que ser, só me resta encantoar para analisar profundamente minhas falhas, verdades, erros, pensamentos, desejos e condições uma autocritica nesse momento é essencial, já que não dou ouvido a ninguém se não a mim, ainda passarei noites em claro, muitas outras noites comigo mesma.


As rosas possuem espinhos. Não posso fazer todo mundo sorrir, tão menos perder o sorriso que habita em minha face.