segunda-feira, 23 de agosto de 2010

O tempo não para






Dormir no telhado; acordar sem saber onde, como e porque; ver o pôr do sol, o sol da meia noite e o nascer do sol; quebrar o despertador com um golpe; pedir aumento e ser aceito; ser chefe e dona de algum negócio; ser faixa preta em Kung-Fu; tocar violão pra ela; publicar um livro e chama-lo de 'meu'; gravar uma música; perdoar e esquecer de verdade; fazer um campeonato de risos; dirigir um caminhão; surfar num trem; por dread; raspar a cabeça e fazer um desenho engraçado; fazer tatuagens; mochilão para conhecer inteiramente o Brasil ; pagar uma bebida para todo o bar na minha despedida; estar dentro de uma pirâmide egípcia; falar espanhol fluente; me mudar pra lá e leva-la comigo; ser dj; ser dançarina; comprar uma câmera profissional; e voltar definitivamente após umas 2 décadas; ser madrinha de um orfanato; escalar uma montanha; andar de snowboard; ter um long; velejar; viajar na cabine do avião; abraçar uma árvore; plantar e colher; piquenique na chuva; guerra de comida estilo filme americano; lutar na lama; correr na são silvestre; conhecer uma zona de guerra; acampar durante uma semana; tomar banho de mangueira com sobrinhos; construir a minha família; conhecer as raízes da áfrica; ser reconhecida; pegar minha mãe no colo; ir a um cinema drive-in em um carro conversível; me sentir imortal por um momento; dar nomes as minhas estrelas preferidas; ver o começo do arco-íris; doar mais do que posso; deitar na grama e brincar de dar forma as nuvens; salvar vidas; ajudar num parto; doar órgãos; adotar uma criança; ter um cavalo; um cachorro; um papagaio filosofo; subir num elefante; realizar TODOS os meus sonhos; estabilidade; conforto; boa memória; resolver um sudoku difícil; montar um quebra cabeça gigante; ajudar muita gente; aumentar essa lista; ao final doar tudo o que conquistei e desencarnar em paz.





Um comentário:

Willian disse...

wooowww Naaaahhhhs!
lindo *-*