terça-feira, 15 de outubro de 2013

Colo-rir!

Como se fosse uma insólita arte de Romero,
abstrata, sempar, matizada e bela.
Tanto quanto..
Ela!
Este é um quadro que caberá ao mundo contemplar
mas como toda obra uno vem imersa
esta é repleta de amar...
E se faz elo entre eu e ela.

Concebida por fim
caio meu olhar vidrado sobre a dona de mim
sutilmente sorrio
enquanto minha mão instintivamente desliza sobre o corpo
que se faz tela
causando-lhe leve arrepio.
Ela sorri e me enamora.
E eu fotografo o sorriso que reflete..
Enfim
eclode-se a obra prima mais bela que já vi.

A cada delineada que as mãos traçam
agrega-se as cores mais vivas e sutis que poderiam existir...
Nesse ponto
eu já não sou eu, sou nós.
E esse quadro passa a ser um retrato
com dois nomes assinados.
Me vejo no brilho dos olhos dela
o que no fundo faz-me conhecer a fundo
os recantos de mim.

Eu que por trás dos meus, por tanto tempo me refugiei
 frente a ti sou nua, crua, sou  toda tua.
Trazer-te-ei para perto do meu, o corpo teu
que se encaixa tão perfeitamente
quente e abrasador.
Somos assim
a início do quadro que em comunhão nos propusemos a criar
Somos enfim
parte do amor
que não requer ser findado.



9 comentários:

Carolina Ribeiro disse...

meu ficou show seu texto!! Ameiii

José Carlos Sant Anna disse...

Um belo texto, Natallia. Essa conjunção de sossego aconchegado; esta arte de colorir, de pintar o amor em todas as suas cores.

Beijo!

Bruxa disse...

Muito bonito o texto!
Também gostei muito do papel de fundo que escolheu - adoro pássaros!
Abraço e lindo dia.

O tempo das maçãs disse...

Vemos nos outros o que somos.
Gostei dessa pintura.


Beijos e obrigada pela visita.

Laura Santos disse...

Querida Natallia, você tardou, mas aconteceu num grande texto!
Adorei as pinceladas, os tons de aproximação colorida com vista ao desejo que todo o eu tem de fundir-se num nós.
Maravilhoso!
xx

Lilá(s) disse...

Que lindo! nota-se que o teu estilo é "penso logo escrevo" ...
Bjs

EU disse...

Agradeço sua visita...Só hoje pude dar aqui uma saltada e de "assaltada" li uma série de textos. Parabéns pelas reflexões...Gostei imenso.

Bjo :)

REINVENTANDO disse...

Belo texto do amor e imagem de Romero Brito.
Abraços.Sandra

AC disse...

Pois é, Natallia, essa forma de pintar cativa. E de que maneira!

Beijo :)